Catanduva (SP) oferece cursos para pessoas com deficiência

Compartilhe:

A prefeitura de Catanduva, no interior de São Paulo, iniciou o cadastro de pessoas com deficiência interessadas em participar de cursos de capacitação profissional. A iniciativa é realizada em parceira entre a Coordenadoria Municipal de Inclusão Social e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Relação do Trabalho.

A ideia do programa é oferecer mão de obra qualificada ao mercado, contribuindo para o aumento do número de contratações de pessoas com deficiência.“Estamos fazendo parcerias com instituições, inclusive com o Governo do Estado, para oferecermos cursos gratuitos. Já para o mês de agosto, daremos início ao curso de assistente administrativo, voltado para pessoas com deficiências física, intelectual ou auditiva”, explicou Francisco Rodrigues Neto, responsável pela coordenadoria.

A prefeitura mantém contato com empresas da região, o que permite o encaminhamento de candidatos já capacitados. Os cursos terão duração de 230 horas, com aulas de segunda a sexta-feira, das 13h às 18h. Os interessados devem entrar em contato com a Coordenadoria de Inclusão Social pelo telefone (17) 3523 5289 ou pelo e-mail: inclusaosocial@catanduva.sp.gov.br.

Fonte: Terra – Terra da Diversidade

6 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *