Empresário adota criança com deficiência e comemora Dia dos Pais

Compartilhe:

O empresário Ulisses Faria de Oliveira, de 43 anos, passa neste domingo (11) o primeiro Dia dos Pais ao lado do filho, João Pedro Coelho de Oliveira, de sete meses. Ele e a esposa, a empresária Renata Coelho, de 33 anos, realizaram o sonho de ser pais ao adotar Maria Tereza Coelho de Oliveira, de cinco anos. João Pedro é o segundo filho adotivo do casal e tem uma deficiência nos pés, síndrome do pé torto congênito. Contudo, isso não foi empecilho para que João Pedro recebesse um novo lar. "Esse Dia dos Pais será o primeiro ao lado de João Pedro e com certeza será mais que especial ao lado dos meus dois filhos", afirmou.

As adoções começaram a fazer parte da vida do casal quando Renata descobriu que não poderia engravidar. Eles ficaram na fila após a adoção de Maria Tereza, por cerca de cinco anos, até que conheceram João por meio da Vara da Infância e Juventude. Segundo a fundadora do Grupo de Adoção de Volta para Casa, eles ocupavam o 30º lugar na fila de espera para adoção. Contudo, o garoto foi rejeitado pelos 29 casais que estavam na frente por causa da deficiência dele. "Sempre comemoramos esse tipo de adoção. São casos mais complexos, o garoto foi rejeitado por vários casais, mas graças a Deus Ulises e Renata o acolheram para um lar que tenho certeza que é cercado de muito amor", afirmou a fundadora do grupo Sandra Amaral.

Tratamento
Além do novo lar com muito amor, o casal está proporcionando um tratamento para a deficiência física de João. A criança já passou por uma cirurgia, tratamento de fisioterapia e agora usa uma bota ortopédica para correção dos pés. "Ele deve ficar com essa botinha por cerca de dois anos" afirmou Ulisses.

O bebê fará acompanhamento mensal com o ortopedista, que informou à família que ainda não tem prazo definido para a correção da deficiência. "Se tivéssemos um filho biológico correríamos o risco de que ele fosse assim. Em momento algum pensamos em não ter o João por causa desse problema. Vamos fazer todos os tratamentos possíveis", comentou Renata.

Família Feliz
Os dois filhos são a alegria da casa e, ainda segundo Renata, Maria Tereza de cinco anos é apaixonada pelo irmãozinho." Ela ficou muito ansiosa para ele chegar. Ela sempre pedia para ter um irmão, e quando ele chegou ela ficou louca, foi muita alegria. Ela brinca com ele, cuida dele, e o estimula muito. Por causa da bota ortopédica ele tem um certo atraso, mas Maria o ajuda muito", ressaltou a empresária.

Com a família completa, Ulisses mal consegue conter a alegria e ansiedade para comemorar o primeiro Dia dos Pais ao lado dos dois filhos. "Eles com certeza estão fazendo a diferença na minha vida”, concluiu.

Fonte: G1 Minas Gerais – Centro Oeste

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *