Prefeitura de Barueri (SP) cria oportunidade de trabalho para as pessoas com deficiência

Compartilhe:

A Prefeitura de Barueri, através da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, criou o programa “Construindo Oportunidades”, com o objetivo de promover a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. A ideia é proporcionar qualificação profissional e auxiliar nos processos de contratação e pós-contratação.

O programa utiliza a metodologia do emprego apoiado, com o intuito de facilitar a empregabilidade e oferecer às empresas mais oportunidades de contar com a potencialidade das pessoas com deficiência em seu quadro de funcionários. E visa também apoiar empresas no cumprimento da Lei de Cotas n° 8.213 – em que empresas com 100 ou mais empregados está obrigada a preencher de 2% a 5% dos cargos com pessoas com deficiência.

Não é o caso do restaurante e café “A Condessa”, localizado dentro do Ganha Tempo, que incluiu em seu quadro de funcionários duas pessoas com deficiência, mesmo não precisando cumprir o que é estabelecido na Lei de Cotas. “Sempre trabalhei em causas sociais, sei que essas pessoas precisam de uma oportunidade. Sei que não tenho obrigação de contratá-las, mas a satisfação é enorme em tê-las aqui em meu restaurante. Mesmo elas tendo uma certa deficiência, eu vejo uma grande evolução em apenas algumas semanas de trabalho e elas sempre com sorriso no rosto, demonstrando amor no que fazem. É gratificante”, disse Flávia Lombisani, proprietária do restaurante.

Serviços às empresas
Para ultrapassar barreiras junto às pessoas com deficiência, a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência desenvolve esse programa de empregabilidade, que oferece para as empresas os seguintes serviços especializados voltados para as pessoas com deficiência: treinamento e cursos profissionalizantes, indicação de currículos, mapeamento de funções e vagas de trabalho, promoção de palestras de sensibilização e conscientização para os demais funcionários da empresa, apoio técnico para melhoria da acessibilidade em seu estabelecimento e acompanhamento pós-contratação.
 
O trabalho é visto como uma oportunidade de igualdade social para as novas funcionárias do restaurante. A garçonete Carina Souza, de 22 anos, deficiente intelectual, percebeu essa igualdade. “Já aprendi muito, arrumar as coisas, lavar a louça e principalmente atender e servir as pessoas e ser tratada sem diferenças”, diz.

Já a balconista Lilian Ferreira, de 31 anos, também deficiente intelectual, vê o trabalho como um divisor de águas. “Começar a trabalhar é mostrar para as pessoas que podemos fazer tudo, até minha família está com orgulho de mim. Aqui o que eu aprendo é ter mais cuidado com as coisas e conviver com outras pessoas, estou até menos tímida agora”, conta.

Programa Construindo Oportunidades
Para entrar no programa, a pessoa que procura uma oportunidade de emprego tem que ser moradora de Barueri. Já para as empresas inclusivas que quiserem apoiar o programa e investir em responsabilidade social, devem estar localizadas próximas à região de Barueri, e entrar em contato com a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência no e-mail sdpd.empresas@barueri.sp.gov.br, ou pelo no telefone 4194-0252.

Fonte: Prefeitura de Barueri

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *