Cresce número de oportunidades de emprego para pessoas com deficiência, diz IBGE

Compartilhe:

O número de empregos para pessoas com deficiência cresceu nos últimos 10 anos, segundo aponta o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para se ter uma ideia, em 2000, o Alto Tietê tinha 1.681 trabalhadores com algum tipo de deficiência no mercado de trabalho e com carteira assinada. Atualmente o número é de cerca de 142.264.

Em Suzano (SP), por exemplo, dos 2,7 mil funcionários do canteiro de obras do Trecho Leste do Rodoanel, 124 trabalhadores têm algum tipo de deficiência. "É importante o deficiente se qualificar e batalhar por essa oportunidade. A pessoa com deficiência tem muita garra", explica a assitente social Celmar Brito de Souza.

Garra não faltou para o auxiliar administrativo José Francisco Neto. Há 5 anos ele perdeu a perna esquerda em um grave acidente de moto. Atualmente, utiliza uma prótese especial que facilita a sua locomoção. A deficiência não impediu que ele fosse à luta. "Claro que as dificuldades existem, porém os recursos estão aí para minimizá-las. Hoje em dia basta se qualificar e buscar as oportunidades", diz Neto.

Os empregadores estão cada vez mais interessados nesse tipo de trabalhador. É o caso de uma empresa de logística de Mogi das Cruzes (SP), com mais de 4 mil funcionários. O gestor de Recursos Humanos diz que em 2010 eram 65 pessoas com algum tipo de deficiência, hoje são mais de 200. "Nós temos oportunidades nos setores administrativos, nas áreas técnica, operacional e rastreamento", detalha o gestor de RH, Claudemir Turquetti.

Fonte: G1 Mogi e Suzano

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *