São Paulo Companhia de Dança apresenta espetáculo com audiodescrição, em Jundiaí (SP)

Compartilhe:

A São Paulo Companhia de Dança, criada em 2008 pelo Governo do Estado de São Paulo, apresenta em Jundiaí (SP) um espetáculo de dança com o recurso de audiodescrição. No domingo, 1º de setembro, às 18h, no Teatro Polytheama, em Jundiaí, pessoas com deficiência visuais acompanharão o trabalho feito pela companhia por meio de narração sob uma linguagem intersemiótica.

No repertório que transita entre o clássico e o contemporâneo, serão mostrados ao público a peça Bachiana N° 1, criação inédita do coreógrafo Rodrigo Pederneiras; Dois a Dois, que inclui dois grand pas de deux de Marius Petipa e Lev Ivanov (O Quebra-Nozes e Dom Quixote); e Mamihlapinatapai, de Jomar Mesquita.

Esta é a primeira apresentação promovida com apoio do Programa Estadual de Acessibilidade em Cultura – uma parceria entre as Secretarias da Cultura e dos Direitos da Pessoa com Deficiência, firmada com o objetivo de viabilizar a implantação de acessibilidade comunicacional em produtos culturais diversos.

A elaboração de um roteiro de dança para este recurso requer um profundo estudo pelo profissional audiodescritor: fichas técnicas, cenário, figurino e até ensaios técnicos são observados e estudados para que o espectador com deficiência visual receba a descrição do espetáculo com a maior riqueza de detalhes possível. São detalhadas expressões faciais, características físicas dos bailarinos e seus gestos, simultaneamente ao que ocorre no palco.

Audiodescrição
A audiodescrição é um recurso de acessibilidade que amplia o entendimento das pessoas com deficiência visual em eventos culturais, gravados ou ao vivo, como: peças de teatro, programas de TV, exposições, mostras, musicais, óperas, desfiles e espetáculos de dança; eventos turísticos, esportivos, pedagógicos e científicos, tais como aulas, seminários, congressos, palestras, feiras e outros, por meio de informação sonora.

É uma atividade de mediação linguística, uma modalidade de tradução intersemiótica, que transforma o visual em verbal, abrindo possibilidades maiores de acesso à cultura e à informação, contribuindo para a inclusão cultural, social e escolar. Além das pessoas com deficiência visual, a audiodescrição amplia também o entendimento de pessoas com deficiência intelectual, idosos e disléxicos.

SERVIÇO
Espetáculo de dança com recurso de audiodescrição – São Paulo Companhia de Dança

Data: Dia 1 de setembro, às 18h
Onde: Teatro Polytheama
Endereço: R. Barão de Jundiaí, 176, Centro – Jundiaí – São Paulo
Telefone: (11) 4586-2472
Entrada gratuita: retirar ingressos na bilheteria 1 hora antes do espetáculo.

Fonte: Portal do Governo do Estado de São Paulo
Foto: Wilian Aguiar

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *