Metrô de São Paulo é referência em acessibilidade

Compartilhe:

Utilizar o metrô de São Paulo para ir ao trabalho, à escola e aos passeios de final de semana é uma realidade à qual muitos paulistas estão habituados. O meio de transporte também é escolhido pelas pessoas com deficiência e mobilidade reduzida para o deslocamento diário, que se torna mais rápido e seguro com a acessibilidade oferecida pelo metrô.

"Uso o metrô todos os dias para ir trabalhar, estudar, fazer compra, enfim, tudo no meu dia-a-dia. Quando fui alugar uma casa aluguei só porque tinha metrô perto", conta o advogado Daniel Monteiro, sempre acompanhado de seu cão-guia.

Assim como Daniel, as pessoas com deficiência visual conseguem se locomover de maneira independente, por conta do piso tátil e da comunicação em Braille. As estações são equipadas com elevadores, rampas, corrimãos e escadas rolantes, e todos os trens possuem assentos especiais para pessoas com deficiência e espaço para cadeirantes.

A vendedora e universitária Michele Balderama é cadeirante e prefere o metrô ao carro. "Acho [o metrô] super acessível. Tive a oportunidade de comprar carro, mas, com o trânsito de São Paulo, é bem mais fácil usar o metrô", diz.

Até 2014, o metrô vai investir R$ 83 milhões, destinados exclusivamente para a acessibilidade. "Eu preferi o metrô de São Paulo ao de Nova Iorque (…) ele está bem à frente quando a gente fala em acessibilidade", atesta o advogado.

"Pode vir com segurança, pode frequentar o metrô e, se você tiver medo, sempre vai ter um funcionário pronto para te atender", destaca Michele.

Fonte: Portal do Governo do Estado

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *