Festival Paulista de Circo terá audiodescrição e Libras

Compartilhe:

O Festival Paulista de Circo levanta as lonas na cidade de Piracicaba (SP) para mostrar ao público uma mistura da arte circense tradicional e contemporânea. A sexta edição do evento gratuito, promovido pela Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, será realizada entre os dias 12 e 15 de setembro, com a participação de 55 atrações, além de oficinas voltadas para as crianças. A correalização é da Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria Municipal da Ação Cultural. O Festival compõe a programação do 40º Salão Internacional de Humor de Piracicaba.

"Pelo segundo ano consecutivo, Piracicaba recebe o Festival de Circo. A expectativa é que o público, que já se acostumou a participar de eventos culturais de grande expressão em nossa cidade, compareça mais uma vez, repetindo o sucesso de 2012. Teremos novamente o melhor das artes circenses, de forma inteiramente gratuita. Um excelente programa para toda a família", afirma a secretária municipal da Ação Cultural, Rosângela Camolese.

O equilibrista de objetos Bruno Edson, que completa 73 anos em outubro e desde os oito se dedica às atividades circenses, será homenageado neste ano. Ganhador do troféu "Governador do Estado", na categoria circo, Bruno será um dos participantes da noite de abertura do festival, na quinta-feira (12.09), às 20h que terá também a apresentação da Banda Paralela.

Uma novidade deste ano em relação às edições anteriores é que o espetáculo de abertura, dirigido pelo líder do grupo Parlapatões Hugo Possolo, terá a performance não apenas de convidados, mas de artistas e grupos que se inscreveram para participar do festival. O motivo, explica Possolo, que, juntamente com Alessandra Brantes, fez a curadoria da mostra, é a qualidade dos selecionados.

"A qualidade da atividade circense vem melhorando em todo o Brasil. Atrações ainda desconhecidas pelo grande público serão apresentadas já na abertura deste Festival", explica.

Com o Palhaço Adão (Paulo Federal), do grupo Jogando no Quintal, como mestre de cerimônia, a noite de abertura também terá as apresentações das irmãs acrobatas Gêmeas Dias, que fazem lira circense, do artista de perna-de-pau Wallace Kyoskys e o espetáculo aéreo homônimo do grupo Um Café da Manhã. Dentro da lona, os trapezistas Irmãos Sabatino mostram o número "Petit Volant" e depois continuam a apresentação no espaço externo.

Seguindo uma linguagem mais tradicional da arte circense, estão programados para os outros dias do evento os grupos Circo Nosotros, com o espetáculo "Famiglia Milan – O Gran Circo Guaraná com Rolha", e Circo dos Sonhos, que leva "Quyrey – Uma Aventura na Selva" à cidade do interior paulista, além do Circo di Napoli. Já com uma vertente mais contemporânea, estão companhias como Grupo Ares, que apresenta "Deisespera", Linhas Aéreas, com "Casa Ares", e Paraladosanjos, com a apresentação de "O Imprevisível Circo da Lua".

Outro destaque do Festival Paulista de Circo são os chamados Cabarés, ou Circo de Variedades, espetáculos que possibilitam o encontro de artistas de números de origens diversas. Na noite de sábado (14.09), por exemplo, sob direção da Palhaça Rubra (Lu Lopes), misturam-se performances de corda lisa (Diálogos Acrobáticos), malabarismo com bola de futebol (Jesus Fornies) e música (Grupo Maria Cutia), entre outras atrações.

As lonas montadas para as apresentações foram batizadas em homenagem a grandes palhaços brasileiros: Piolin, Arrelia e Pimentinha. Já o espaço dedicado às oficinas infantis de artes circenses remete ao Palhaço Carequinha e o palco a céu aberto, onde também haverá apresentações, recebeu o nome de Palhaço Figurinha. A parte externa ainda terá traves para apresentações de números aéreos e intervenções de palhaços e pernas-de-pau.

Em cinco anos, o Festival Paulista de Circo já reuniu mais de 400 artistas, em 1.580 espetáculos. Desde a primeira edição, é realizado em parceria com a APAA – Associação Paulista dos Amigos da Arte com o apoio cultural da Cooperativa Brasileira de Circo. Neste ano, o Festival conta com correalização da Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria Municipal da Ação Cultural o patrocínio da ArcelorMittal.

SERVIÇO

6º Festival Paulista de Circo
Realização: Governo do Estado de São Paulo
Parceria: APAA – Associação Paulista dos Amigos da Arte e Secretaria Municipal da Ação Cultural de Piracicaba
Datas: de quinta-feira a domingo (12 a 15.09)
Local: Av. Maurice Allain, 454, Parque do Engenho Central.

Como chegar: Piracicaba está localizada a 160 km da capital do Estado e é abastecida pelas rodovias SP-127, SP-135, SP-147, SP-304 e SP-308. No sentido São Paulo – interior, pela via Anhanguera, o acesso ocorre pela Rodovia Luiz de Queiroz (SP 304) no Km 120. Pela rodovia dos Bandeirantes, o acesso está no Km 134. Faz divisa com os municípios de Americana e Limeira.

Ingressos: Toda a programação é gratuita.

Fontes: Jornal Local de Campinas e Região / Blog da Audiodescrição