Biografia de Mara Gabrilli chega às livrarias nesta semana

Compartilhe:

Mara Gabrilli – depois daquele dia”. Este é o título da biografia da deputada federal, de autoria de Milly Lacombe. Publicado pela editora Benvirá, o livro tem 336 páginas e chega às lojas de todo o país nesta semana. Em São Paulo, a noite de autógrafos ocorre em 17 de outubro, a partir das 19h, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Em Brasília, o lançamento está marcado para 6/11.

Confira abaixo a sinopse:

O dia 21 de agosto de 1994 mudaria para sempre a vida de Mara Gabrilli. Uma estrada sinuosa, um carro em alta velocidade, uma curva malfeita. Depois de um fim de semana em Paraty, ao lado do namorado e do melhor amigo, Mara acordaria no hospital e, aos 26 anos, descobriria que uma fratura nas vértebras havia lhe tirado os movimentos do pescoço para baixo.

Terminava ali a vida da garota sem limites, que não tinha medo de nada e adorava aventuras. Em seu lugar, nascia uma mulher que precisou lutar, primeiro, para respirar. Quando conseguiu fazê-lo sozinha, sem a ajuda de aparelhos, “tudo ficou fácil”. Foram meses de superação e de hospitais. Primeiro em São Paulo, depois nos Estados Unidos, tempo em que sua família deixou tudo de lado para buscar o melhor tratamento possível. Foi em um centro de reabilitação norte-americano que Mara aprendeu a lidar com aquela que seria sua companheira para o resto da vida: a cadeira de rodas.

Desde o acidente, Mara é acompanhada 24 horas e auxiliada em todas as atividades do dia a dia. Mesmo assim, a paralisia nunca foi um obstáculo para ela. Nesses quase vinte anos, foi mais longe do que muitas pessoas com perfeitas condições de mobilidade, e decidiu ajudar aqueles que têm alguma dificuldade, mas que, assim como ela, se recusam a aceitar as limitações impostas pela falta de acessibilidade das cidades e pelo preconceito.

Em poucas semanas de encontros regulares, a jornalista e autora Milly Lacombe percebeu a coragem, leveza, bom-humor e força que Mara carrega. Mara Gabrilli – Depois daquele dia é um convite para mergulhar na vida e na alma dessa mulher, que, por sua natureza, não é capaz de ficar sem se mexer.

“Mara Gabrilli é uma mulher que soube crescer apesar das adversidades, se desenvolver, se projetar na sociedade brasileira e com isso ajudar seus semelhantes. Isso não é pouca coisa. Uma guerreira.”
Joyce Pascowitch

Sobre a autora:
Milly Lacombe é escritora e colunista da revista TPM. Nasceu no Rio de Janeiro em 1967, passou pelas redações do Terra e da revista Marie Claire, foi colaboradora da Folha de S. Paulo em Los Angeles e comentarista esportiva nos canais Record e SporTV. Nas horas vagas, pode ser encontrada paparicando um dos nove sobrinhos ou no Pacaembu, vendo o Corinthians jogar. Milly é autora de Tudo é Só Isso, também lançado pela Benvirá.

Livro: Mara Gabrilli – Depois Daquele Dia
Lançamento: 17/10/2013
Local: Livraria Paulista do Conjunto Nacional
Endereço: Avenida Paulista, 2073 – Piso Térreo
Horário: A partir das 18h30

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *