CPTR/Sine de Mauá (SP) oferece 51 vagas de emprego para pessoas com deficiência

Compartilhe:

O Centro Público de Trabalho e Renda (CPTR/Sine) de Mauá (SP) oferece 51 vagas de emprego para pessoas com deficiência (PCD). A maioria das oportunidades não exige experiência. Os trabalhadores devem informar ao recrutador qual deficiência possui e verificar se o perfil é compatível com a vaga.

Há oportunidades para ocupações operacionais e técnicas. Os salários variam entre R$ 700,00 e R$ 1.365,94. Em alguns casos, a empresa exige laudo que comprove a deficiência.

As ocupações ofertadas são: ajudante de cozinha, atendente de lanchonete, auxiliar de escritório, auxiliar de estoque, auxiliar de limpeza, auxiliar de linha de produção, auxiliar de manutenção predial, cobrador de transportes coletivos, operador de caixa, porteiro, recepcionista, técnico em segurança do trabalho e vendedor interno.

Internet

Os trabalhadores com acesso à internet podem consultar as oportunidades sem sair de casa, por meio do sistema MTE Mais Emprego (maisemprego.mte.gov.br). Na página inicial clique na opção "vagas de emprego", depois faça o pré-cadastro. A senha e o login (número utilizado para acesso) serão enviados no e-mail cadastrado. Depois atualize o perfil e consulte se há vagas disponíveis. Em caso de dúvida, entre em contato com o CPTR.

Atendimento

Para verificar essas e outras oportunidades disponíveis, o trabalhador deve comparecer ao CPTR, na Rua Manoel Pedro Junior, 45, próximo à Praça da Bíblia. Deve estar com RG, CPF e Carteira de Trabalho em mãos. O atendimento funciona de segunda à sexta, das 7h às 17h, com distribuição de senhas sequenciais até às 16h. Os telefones para contato são 4514-6141 ou 4514-6024. O painel de vagas está disponível no site www.maua.sp.gov.br.

Fonte: Repórter Diário

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *