Ribeirão Preto assina termo que implanta Residências Inclusivas para pessoas com deficiência

Compartilhe:

A Prefeitura de Ribeirão Preto assinou, junto ao Governo Federal, por meio da Secretaria de Assistência Social, um termo que visa à implantação de duas Residências Inclusivas para pessoas com deficiência no município. Um Projeto de Lei do Executivo foi protocolado nesta quarta-feira (16), na Câmara Municipal, e deve ser votado na próxima semana.

Ele prevê a autorização de abertura de crédito especial na Secretaria Municipal da Fazenda para a Secretaria de Assistência de Assistência Social. O repasse será do Governo Federal, por intermédio do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate a Fome.

As duas unidades, sendo uma feminina e uma masculina, com capacidade de atender até 10 pessoas por abrigo, serão operacionalizadas e executadas por entidades do terceiro setor, com previsão de funcionamento para janeiro de 2014. O serviço de atendimento funcionará ininterruptamente (24 horas).

O público-alvo do Serviço de Acolhimento Institucional são jovens e adultos com deficiência, em situação de dependência, prioritariamente aqueles atendidos pelo Benefício de Prestação Continuada – BPC, que não dispõem de condições de autossustentabilidade ou de retaguarda familiar, ou que estejam em processo de desligamento de instituições de longa permanência. Crianças e adolescentes (de 0 a 18 anos incompletos) devem ser atendidas nos serviços de acolhimento destinadas a crianças e adolescentes.

A Residência Inclusiva é uma unidade que oferta Serviço de Acolhimento Institucional, no âmbito da Proteção Social Especial de Alta Complexidade do SUAS – Sistema Único de Assistência Social, conforme estabelece a Tipificação Nacional dos Serviços Socioassistenciais.

As residências adaptadas, com estrutura física adequada, localizadas em áreas residenciais na comunidade, devem dispor de equipe especializada multiprofissional e metodologia adequada para prestar atendimento personalizado e qualificado, proporcionando cuidado e atenção às necessidades individuais e coletivas dos grupos. “O objetivo da residência é acolher e garantir proteção integral a jovens e adultos com deficiência em situação de risco pessoal e ou social”, afirmou a prefeita Dárcy Vera. “Já protocolamos o Projeto de Lei na Câmara para darmos andamento ao trabalho o quanto antes”, disse.

A secretária da Assistência Social, Maria Sodré, informou que a parceria para a implantação das Residências Inclusivas é em consonância com o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência – Plano Viver Sem Limites. “Este é mais um avanço para Ribeirão Preto”. A nossa expectativa é que as residências inclusivas comecem a funcionar em janeiro do ano que vem”, finalizou.

Fonte: Ribeirão Preto Online

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *