Parceria dá emprego para pessoas com deficiência no ABCD

Compartilhe:

Representantes da rede Via Varejo – empresa que administra as marcas Casas Bahia e Ponto Frio – estiveram no Palácio da Cerâmica para firmar uma parceria com a Prefeitura de São Caetano do Sul . O objetivo é incluir os cidadãos com deficiência no mercado de trabalho.

“Nossa cidade tem realizado uma série de ações em prol das pessoas com deficiência”, destacou o prefeito Paulo Pinheiro (PMDB). “Sabemos que eles são dedicados e muito comprometidos com as responsabilidades. Ganha a cidade e ganha quem tem a oportunidade de conviver com esse pessoal”, completou Pinheiro.

Thiago Tortorello, secretário municipal dos Direitos das Pessoas com Deficiência ou Mobilidade Reduzida, intermediou a reunião e reforçou as ações da administração para essa população. “Com a oferta de trabalho, tornamos a sociedade mais justa e equilibrada”, disse.

Rosana Fuinhas, coordenadora de Diversidades e Desenvolvimento de Liderança da Via Varejo, explicou que os selecionados poderão atuar em todas as áreas das instituições: “Já realizamos algumas entrevistas com as pessoas encaminhadas pela secretaria e queremos ampliar ainda mais esse canal.”

Currículo

Os munícipes com deficiência que tiverem interesse em participar dos processos seletivos podem encaminhar os seus currículos para o e-mail inclusao@saocaetanodosul.sp.gov.br ou entregá-lo pessoalmente na sede da secretaria, localizada na Rua Major Carlo Del Prete, 651, dentro do Atende Fácil.

Dificuldade para entrar no mercado continua

De acordo com o presidente do Conade (Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Portadora de Deficiência), Antônio José Ferreira, nem 50% das vagas de trabalho que deveriam estar ocupadas por deficientes estão preenchidas.

2% é o mínimo de vagas que uma empresa com mais de 100 funcionários deve destinar a deficientes

Falta cultura de inclusão
Segundo Antônio José, o cumprimento das leis tem avançado, mas falta criar uma cultura de inclusão.

Fonte: Rede Bom Dia

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *