Detran.SP lança Programa de Atenção à Acessibilidade

Compartilhe:

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) firma protocolo de intenções com a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência para implantação de ações conjuntas voltadas à acessibilidade deste público no que tange aos processos de habilitação.

A solenidade aconteceu nesta quarta-feira, 13 de novembro, no Memorial da América Latina, em São Paulo, e contou com a presença da secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Linamara Rizzo Battistella, do secretário adjunto da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida da cidade de São Paulo, Tuca Munhoz, da Drª Julia Greve, do HC em Movimento, e do diretor-presidente do Detran.SP, Daniel Annenberg, entre outras autoridades.

O Programa de Atenção à Acessibilidade estabelece um compromisso público do Detran.SP – por meio da Escola Pública de Trânsito (EPT) – na execução de políticas que facilitem o acesso da pessoa com deficiência aos serviços de atendimento presencial e eletrônico.

Em outubro deste ano, o Departamento de Trânsito formou a primeira equipe especializada na Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) para o atendimento nas unidades. “Hoje contamos com 28 servidores aptos a oferecer um atendimento próprio ao deficiente auditivo e nossa meta é duplicar este número até o final de 2013”, explica Rosana Soares Néspoli, gerente da EPT.

Entre as ações em andamento na Escola Pública de Trânsito estão a adaptação da prova eletrônica para o deficiente auditivo, o fomento à pesquisa de mecanismos alternativos para uso em veículos adaptados e a elaboração de um modelo de certificação para dispositivos veiculares baseados em tecnologia assistiva (joystick, comandos de painel, manopla). Estão previstas ainda iniciativas voltadas à prevenção de acidentes e a adaptação dos serviços eletrônicos do Detran.SP.

"A secretaria da Pessoa com Deficiência tem um papel fundamental nas políticas afirmativas do Estado. Estão nos subsidiando com conhecimento técnico e dando suporte no desenvolvimento de uma cultura de acessibilidade institucional. É uma parceria de extremo valor”, destaca Daniel Annenberg, diretor-presidente do Detran.SP.

INFORMAÇÕES AO CIDADÃO:
Portal
www.detran.sp.gov.br

Disque Detran.SP
Capital e municípios com DDD 11: 3322–3333
Demais localidades: 0300–101–3333
Atendimento: de segunda a sexta-feira, das 7h às 20h, e aos sábados, das 6h30 às 15h

Ouvidoria (críticas, elogios e sugestões)
Acesso pelo portal www.detran.sp.gov.br, na área de "Atendimento"

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *