Protesto estaciona cadeiras de rodas em vagas para carros em Piracicaba (SP)

Compartilhe:

Uma mobilização colocou cadeiras de rodas em vagas para carros na Praça José Bonifácio, no Centro de Piracicaba (SP), na manhã desta terça-feira (3), Dia Internacional da Pessoa Com Deficiência. A ação teve o objetivo de conscientizar as pessoas sobre o uso indevido das vagas destinadas a deficientes e idosos.

Quem passou pela Rua Boa Morte, em frente ao Poupatempo, se deparou com nove cadeiras de rodas ocupando vagas e forçando os motoristas a procurar outro local para estacionar. As cadeiras tinham frases como "É dois pulinhos", "É só um minutinho" e "Não vi que era uma vaga", que são, de acordo com os organizadores do protesto, as desculpas mais usadas pelas pessoas que estacionam em local indevido.

"O intuito da mobilização é conscientizar a população e não de conturbar o trânsito", afirmou André Bandeira, vereador cadeirante e idealizador da ação. Também por isso, o ato foi autorizado pela Secretaria Municipal de Transito e Transportes (Semuttran). Segundo Bandeira, o centro da cidade tem 69 vagas para pessoas com deficiência e 130 para idosos, mas o número "não é suficiente para todos, ainda mais porque muitas pessoas não respeitam".

Para o autônomo João Roberto Barreto, que é deficiente físico, "a iniciativa é ótima porque há muito desrespeito". Ele afirmou ainda que, "se cada um parasse na sua vaga, nós não teríamos tantos problemas e dificuldades". A mobilização contou também com apoio do Centro de Reabilitação de Piracicaba e da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) da cidade.

Foto: Fernanda Zanetti/G1
Fonte: G1 Piracicaba e Região