Campina Grande (PB) entrega órteses e próteses

Compartilhe:

As pessoas com deficiência de Campina Grande (PB) estão voltando a receber órteses e próteses da Prefeitura Municipal, através do Sistema Único de Saúde (SUS). Na manhã da quarta-feira, 11, cerca de setenta usuários cadastrados no setor de serviço social da Secretaria de Saúde do Município receberam diversos tipos de próteses mamárias, oculares e para membros superiores e inferiores, além de botas e palmilhas. A entrega dos aparelhos ortopédicos aconteceu durante uma solenidade realizada no auditório da Vila do Artesão, no bairro de São José.

No evento, a secretária municipal de saúde, Lúcia Derks, afirmou que o momento marcou o fim de um longo período de espera para as pessoas que precisam das próteses. Segundo ela, 60% dos aparelhos haviam sido solicitados pelos usuários há mais de um ano. “Com muito esforço, conseguimos organizar o serviço e fazer o processo licitatório. Agora, estamos devolvendo a dignidade a estas pessoas, que poderão ter mais independência na realização de atividades do cotidiano além da socialização e recolocação no mercado de trabalho”, afirmou.

Ainda de acordo com a secretária, foram investidos R$126 mil na aquisição das próteses. Todas foram confeccionadas sob medida para o usuário. Para isso, a pessoa com deficiência recebeu a visita de assistentes sociais, como também de técnicos da empresa que produziu o aparelho ortopédico. “Mesmo assim, se a pessoa não se adaptar, ela terá o direito de devolver a prótese e solicitar um novo dispositivo. O importante é que o aparelho fique em harmonia com o corpo”, garantiu.

Entre os usuários que receberam próteses nesta quarta está o aposentado Antônio Ferreira, de 58 anos. Ele foi atropelado no ano de 2011 e perdeu a perna direita. Ele conta que precisava fazer adaptações em casa para conseguir encaixar a prótese antiga. “Eu colocava quatro meias e ainda uma base de silicone, mas era muito desconfortável. Com a prótese nova, vai ser bem melhor para andar e não vou precisar das meias para encaixá-la”, relatou.

Quem está no cadastro da Secretaria de Saúde, mas não pôde receber a prótese na Vila do Artesão, deverá procurar a Gerência de Ações Assistenciais em Saúde na sede da Secretaria Municipal de Saúde, na Avenida Assis Chateaubriand, bairro da Liberdade. Ainda este mês, a Prefeitura irá realizar a entrega das órteses para setenta pessoas com deficiência. Serão cadeiras de roda e higiênica, carrinhos para portadores de paralisia cerebral, andadores e muletas. Os usuários serão comunicados previamente da data e do local da entrega dos aparelhos.

Fonte: PB Agora

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *