Pelourinho ganha rota para pessoas com deficiência

Compartilhe:

A primeira rota para deficientes visuais do Centro Histórico de Salvador (BA) foi inaugurada em 5 de dezembro. Com aproximadamente um quilômetro de extensão, o trecho permitirá que baianos e turistas com deficiência ou mobilidade reduzida tenham acesso às principais ruas do Centro Antigo. O projeto, intitulado Pelô Acessível, foi elaborado pela Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH). Para o desenvolvimento da rota foram realizadas intervenções como  alargamento e requalificação de calçadas e criação de rampas e corrimão.

Com a Rota de Acessibilidade, no Pelourinho, os mais de três milhões de pessoas com deficiência como cegos, cadeirantes, pessoas que precisam de muletas, entre outros, existentes na Bahia, além dos turistas, poderão conhecer o Centro Histórico com mais facilidade.

Foi feito, ao todo, um quilômetro de vias facilitadoras de acesso, que vão ajudar na entrada a pontos importantes do Pelourinho como a Igreja de São Francisco, Ordem Terceira, Solar Ferrão, Casa de Jorge Amado, Igreja de São Pedro do Clérigos e outros pontos do Centro Histórico.

A obra contemplou intervenções como alargamento e requalificação de ruas, criação de rampas, corrimão e piso tátil para cegos, dentre outras intervenções. O projeto, intitulado Pelô Acessível, foi elaborado pela Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH).