Restaurante no escuro imita sensação de deficientes visuais

Compartilhe:

Antes de entrar na sala de jantar, o cliente deve olhar o cardápio, desligar seu celular, deixar guardado qualquer objeto que emita luz e deve se preparar para ficar no escuro. Essas são as instruções dadas aos visitantes do O.NOIR, um restaurante no Canadá que funciona na mais completa escuridão.

Inaugurado em 2006 na cidade de Montreal, o restaurante procura mostrar aos seus clientes qual a sensação que os deficientes visuais têm ao se alimentar. "É uma experiência incomum. Quando você come no escuro, os outros sentidos são intensificados. Até pratos comuns no dia a dia, como uma batata ou um iogurte assumem um sabor inusitado", explica Moe Alameddine, dono do restaurante, em seu site. Em 2009, uma nova unidade do restaurante foi aberta em Toronto, a maior cidade do país.

Compartilhando experiências

A ideia de jantar no escuro surgiu em Zurique, na Suíça. Um pastor cego chamado Jorge Spielmann vendava seus amigos quando os recebia para jantar em casa para que ele pudesse compartilhar como é sua experiência ao comer. Em 1999, o pastor abriu o restaurante Blindekuh ("Vaca cega", em português), projeto para ensinar as pessoas sobre sua deficiência e proporcionar empregos para pessoas cegas.

No O.NOIR, a proposta é parecida e todos os garçons são cegos. O site explica que eles são as melhores pessoas para realizar um trabalho nesse contexto e que essa é uma forma de aumentar ainda mais a consciência das pessoas sobre a deficiência visual.

Fonte: Catraca Livre

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *