Noivos com deficiência visual casam com ajuda de audiodescrição no RS

Compartilhe:

Um casamento realizado neste final de semana chamou a atenção em Giruá, na Região Noroeste do Rio Grande do Sul. Os noivos, Jorge Fernando Vieira e Carlise Inês Kronbauer, que são deficientes visuais, contaram com ajuda de audiodescrição para acompanhar a cerimônia.

“Como a pessoa vai saber como está a festa, como é a igreja, quantos convidados vieram, a expressão nos rostos, se eles estão emocionados, felizes ou chorando? Tudo isso nós transmitimos para eles, é uma tradução visual”, explica Márcia Caspary, profissional responsável por transcrever o que acontecia no evento.

O padre Rosalvo Frey, que nunca havia realizado um casamento de noivos cegos, também tentou ajudar, descrevendo a cerimônia. "Para mim foi uma bênção porque a gente percebe nesses noivos uma superação total e que é possível, mesmo para pessoas com limites", afirma.

Apesar das dificuldades, Jorge Fernando e Carlise concluíram o ensino superior e hoje trabalham na mesma empresa como analista de sistema e assistente administrativo, respectivamente. Mas não foi lá que eles se encontraram: o casal se conheceu pela internet.

“Eu acho que ter encontrado o Jorge Fernando foi muito especial, porque ele me completa, me entende, me aceita, principalmente, do jeito que eu sou”, diz a noiva. Os convidados da cerimônia e da festa receberam um convite escrito a caneta e em braile. No papel, foi gravada uma frase que dizia: "O amor é como o vento, não podemos ver com os olhos, mas sim com o coração". Depois de casados, os noivos vão morar sozinhos em um apartamento em Porto Alegre.

Fonte: G1 Rio Grande do Sul

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *