Reatech: Fundação Dorina leva inclusão para feira de acessibilidade

Compartilhe:

Em sua participação na Reatech 2014, a Fundação Dorina Nowill para Cegos apresenta o mote “Aqui tem um mundo de soluções”. Durante a XIII Feira Internacional de Reabilitação, Inclusão, Acessibilidade e Esporte Adaptado, a instituição tem como objetivo mostrar que a inclusão da pessoa com deficiência visual também acontece quando a sociedade tem um olhar diferenciado sobre a deficiência. Durante o evento será lançada, ainda, a coleção Braillinho Tagarela, uma série de dez títulos infantis em formato inclusivo (tinta, braille, fonte ampliada e ilustrações) e com o recurso da Pentop – caneta sensora que funciona por aproximação e faz a audiodescrição de textos e imagens contidas nos livros. O espaço da Fundação Dorina na feira é Rua 300, estande 305.

Aqui tem um mundo de soluções…
Segundo o IBGE, são 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual no Brasil, ou seja, são cegas ou têm baixa visão. O incentivo vai além de gerar autonomia e independência a este público, por meio de Serviços de Apoio à Inclusão. Há também um trabalho de conscientização para que a sociedade esteja preparada para receber este público. E neste sentido, Soluções em Acessibilidade é a área responsável por oferecer produtos e serviços que tornem a inclusão um conceito real. Há 68 anos, a Fundação Dorina trabalha para tornar a vida da pessoa com deficiência visual mais completa.

…para a pessoa com deficiência visual
A Fundação Dorina oferece Serviços de Apoio à Inclusão, com atendimentos especializados e gratuitos visando garantir maior desenvolvimento educativo e social à pessoa com deficiência visual de todas as faixas etárias. Na instituição são promovidos meios e possibilidades que propiciem desenvolvimento e autonomia para a inclusão em todo o contexto social. Programas de Reabilitação, Educação Especial, Empregabilidade e Acesso à informação por meio de materiais acessíveis fazem parte do escopo de uma equipe multidisciplinar. As atividades desenvolvidas envolvem técnicas diversas como o uso da bengala, Atividades cotidianas, Aprendizagem do Sistema Braille, Adaptação e utilização de recursos ópticos especiais, Apoio psicológico e social também para a família, Colocação profissional, além de material acessível: livros em braille, áudio e digital Daisy.

…para a sociedade
A área de Soluções em Acessibilidade trabalha para que todos os ambientes sociais estejam preparados para receber as pessoas com deficiência visual. A unidade de negócio é responsável por prestar consultoria e indicar serviços e produtos adequados às empresas que querem tornar a sociedade mais inclusiva e igualitária. O público-alvo da área são pessoas interessadas em acessibilidade que atendam a legislação e que promovam a inclusão de pessoas com deficiência. Entre as opções estão cardápios, folhetos ou formulários acessíveis; programa de seleção de candidatos para vagas em organizações e até a capacitação de professores e oficina com alunos sobre diferentes temas. A renda obtida com as prestações de serviço possibilita que a Fundação Dorina dê continuidade a um trabalho que há 68 anos busca a inclusão de pessoas com deficiência visual por meio da leitura, atendimento especializado, reabilitação e cursos de capacitação profissional.

Serviço:
Fundação Dorina na Reatech 2014
Onde: Rua 300, estande 305
Quando: 10 e 11 de abril, 13h às 21h / 12 e 13 de abril, 10h às 19h
Rodovia dos Imigrantes Km 1,5, São Paulo – SP / Aberto ao público, entrada gratuita
www.fundacaodorina.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *