‘Residência Inclusiva’ para integrar pessoas com deficiência será inaugurada

Compartilhe:

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS) inaugurou, nesta segunda-feira (28), a Residência Inclusiva Ttere Acolher, espaço que busca romper o isolamento tradicional em serviços de acolhimento para pessoas com deficiência. O local fica na rua Ulisses Ramos de Castro, 140, no bairro Bosque, em Presidente Prudente.

A solenidade de abertura será realizada às 8h, na sede do projeto celebrado após uma parceira entre os governos federal, estadual e municipal, além da entidade responsável. Ele consiste em residências adaptadas, com estrutura física adequada, localizadas em áreas residenciais na comunidade.

A Residência Inclusiva atua no âmbito da Proteção Social Especial de Alta Complexidade do Sistema Único de Assistência Social (Suas), para jovens e adultos com deficiência, prioritariamente, beneficiários do Beneficio de Prestação Continuada (BPC) e em situação de dependência, que não disponham de condições de autossustentabilidade ou de retaguarda família. Também podem participar aqueles que estejam em processo de desinstitucionalização de instituições de longa permanência.

De acordo com a prefeitura municipal, o público pode ser misto, ou seja, poderão conviver na mesma residência pessoas acima de 18 anos com diferentes tipos de deficiência, devendo ser respeitadas as questões de gênero, idade, religião, raça e etnia, orientação sexual e situações de dependência.

O serviço de acolhimento ofertado na Residência Inclusiva não atenderá pessoas com transtornos mentais, que devem ser encaminhadas para a rede de saúde mental que contempla trabalhos exclusivos voltados a estes casos.

Fonte: G1

 

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *