Projeto beneficia estudantes com deficiência em Araxá (MG)

Compartilhe:

Há cerca de um ano uma associação araxeanse desenvolve um processo de inclusão de estudantes com deficiência e dificuldades de aprendizagem com o projeto "Caminho da inclusão". Os alunos também recebem atendimentos psicológicos e físicos da Associação de Assistência à Pessoa com Deficiência de Araxá (Fada)." É um trabalho diferenciado que as escolas regulares não oferecem", ressaltou a diretora administrativa, Maria da Conceição Aguiar Santos.

A psicopedagoga Riquelme Cássia disse que o projeto possibilita alfabetização. Com cada aluno o processo ocorre de maneira especial, leva em conta as especificidades individuais. "Nós temos um exemplo de uma aluna de cinco anos que é cega e graças a esse trabalho ela está sendo alfabetizada", comentou.

Alguns estudantes que apresentam dificuldades motoras também têm oportunidade de ter uma vida mais independente. “O trabalho é direcionado para o problema, a criança precisa deste estímulo para auxiliar no desempenho ocupacional", disse a terapeuta Natália de Oliveira Goulart.

Com o atendimento, a dona de casa Marli Oliveira Borges disse que já conseguiu perceber a evolução da filha. "Eu tinha que cobrar o banho, as tarefas da escola, e hoje ela mostra mais autonomia para fazer as atividades", contou.

No ano passado, a instituição realizou um censo que identificou a dificuldade de aprendizagem e evasão da escola de pessoas com algum tipo de deficiência. O projeto "Caminho da inclusão" atende atualmente 160 crianças e adolescentes e a meta é chegar a 300 atendimentos até o fim deste mês, segundo a associação. "O projeto visa reabilitar essas crianças e adolescentes. Estamos trabalhando para que elas tenham condições de buscar uma escola regular", disse a diretora administrativa.

Os interessados em conhecer mais sobre o projeto devem procurar a Associação de Assistência à Pessoa com Deficiência de Araxá (Fada), que fica na Rua Jaime Jacob de Ávila, nº 645, no Bairro Silvéria.

Fonte: G1