Caravana de Inclusão leva diversidade para os palcos de Salvador

Compartilhe:

A Cia Opaxorô de Dança, Música e Teatro apresenta nos dias 22, 28 e 29 de maio, em Salvador, o projeto Opaxorô 15 anos – Caravana de Inclusão Cultural, uma ação que conta com o patrocínio da Petrobras, e leva a cultura cênica inclusiva ao palco, mostrando o rico encontro da diversidade, talento e o protagonismo da pessoa com deficiência intelectual. Os espetáculos reúnem canções da música popular brasileira, lendas africanas e fazem um passeio pelo folclore e tradições nordestinas.

A Caravana de Inclusão encerra a sua terceira edição com apresentações em Salvador, após percorrer nove cidades do interior da Bahia. O ponto alto das apresentações acontece na quinta-feira (29), quando o grupo sobe ao palco do Cine Teatro Casa do Comércio com o espetáculo “Orquestra de Atabaques”, às 20h. A montagem é resultado de uma pesquisa desenvolvida pelo músico Ubiratan Assis e pela coreógrafa Janiere Calasans, que tem como proposta cênica mostrar o atabaque sob duas perspectivas diferentes: enquanto instrumento musical e objeto sagrado do candomblé.

O coordenador de Artes da APAE Salvador, Antônio Marques, explica que a “Orquestra de Atabaques” faz o enlace das diferentes etnias que vieram da África, colaborando para a formação do povo brasileiro, com ênfase às músicas sagradas e profanas que reverenciam o candomblé. Ainda segundo Marques, a Opaxorô vem demonstrando um novo caminho na busca da integração pessoal e profissional das pessoas com deficiência, na relação com a sociedade e o mercado de trabalho. “A Cia Opaxorô é um marco importante na cultura da Bahia, porque une a sua proposta de trabalho à valorização humana e à inclusão cultural”, destaca.

A Opaxorô realiza ainda apresentações, gratuitas, para grupos escolares da Rede Municipal de ensino nos dias 22 (Contando Histórias – Centro Cultural Plataforma às 15h) e 28 (O Malandro – Cine Teatro Solar Boa Vista às 15h).

Opaxorô
A Companhia de Dança e Percussão Opaxorô apresenta em seu histórico uma série de espetáculos que une a dança e a música com o objetivo de desenvolver o potencial artístico das pessoas com deficiência intelectual e promover a convivência com a diversidade. Por conta disso, o grupo é formado atualmente por artistas com e sem deficiência.

Tendo no repertório espetáculos como Bahia Cantos e Encantos, Contando Histórias e Filhos da Bahia, que mesclam o uso da dança com a música. A Opaxorô é fruto do trabalho artístico desenvolvido na Apae Salvador, que ao longo dos seus 45 anos de existência atua no sentido de promover saúde, educação, capacitação profissional e inclusão social das pessoas com deficiência intelectual. 

Fonte: APAE Salvador