Senado comemora os 60 anos das Apaes

Compartilhe:

Os 60 anos do chamado 'movimento apaeano' serão comemorados em sessão especial marcada para segunda-feira (9), às 11h, no plenário do Senado Federal.

O movimento é uma grande rede constituída por pais, amigos, pessoas com deficiência, voluntários, profissionais e instituições parceiras – públicas e privadas – para a promoção e defesa dos direitos da pessoa com deficiência e a sua inclusão social.

A primeira iniciativa do grupo ocorreu no Rio de Janeiro em 1954, quando foi criada a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), liderada por Beatrice Bemis, membro do corpo diplomático americano e mãe de uma criança com Síndrome de Down. Assim como ocorria com muitas famílias brasileiras, ela vivia o drama de não encontrar escolas para o filho.

O movimento, entre outros objetivos, busca garantir a escola especial como escola de fato e direito – por isso inclusiva, do ponto de vista do acolhimento à diversidade – e assegurar a parceria do poder público com as instituições filantrópicas regularmente constituídas, de modo a apoiar a profissionalização e a inclusão no mercado de trabalho dos jovens com deficiência intelectual e múltipla.

Atualmente, o movimento congrega a Federação Nacional das Apaes, 23 federações estaduais e 2 mil Apaes distribuídas em todo o país, que propiciam atenção integral a mais de 244 mil pessoas com deficiência.

O pedido de realização da sessão é da senadora Ana Amélia (PP-RS), que recebeu o apoio de vários outros senadores. No requerimento, Ana Amélia afirma ser mais do que merecida a homenagem, visto que se trata do “maior movimento filantrópico do Brasil e do mundo na sua área de atuação”.

Fonte: Senado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *