Prefeitura de Guarujá (SP) adapta material sobre a Copa para alunos surdos do Município

Compartilhe:

A inclusão de alunos com deficiência é algo trabalhado com muita dedicação pela Prefeitura de Guarujá. Com o Brasil sediando pela segunda vez, a Copa do Mundo da Fifa, a Unidade Polo de Educação Bilíngue, na Escola Municipal Napoleão Rodrigues Laureno, adaptou, em Língua Brasileira de Sinais (Libras), um vídeo criado pela Secretaria Municipal de Educação (Seduc). O material traz informações sobre o torneio que será realizado em terras brasileiras.

O intuito é expandir o trabalho aos estudantes surdos do Município. Toda a produção foi idealizada pelas professoras Adriana Nascimento e Patrícia Duarte, da EM Napoleão Rodrigues Laureano. Em cima do que foi elaborado pela Seduc, as professoras se preocuparam em tornar acessíveis as informações para os alunos surdos do Município. E para integrar os intérpretes de Libras no vídeo foi necessário um trabalho de um mês e meio, pois tudo foi analisado pela instrutora de Libras, Maria Elisa Galvão, para o direcionamento correto do vídeo produzido.

Com isso, os alunos assistiram a um material que traz curiosidades sobre o campeonato mundial, como a criação da logomarca oficial para o Brasil e também a produção do Fuleco, mascote oficial da Copa do Mundo 2014. Na sala de aula também estiveram Maria Elisa e os dois intérpretes de libras, Deborah Fonseca e Manuel Carvalho, que acrescentaram ainda mais para o conhecimento da língua de sinais para aos estudantes.

Além de aprenderem quais são os sinais em Libras de todas as seleções que estarão no Brasil, a seleção da Bósnia que está hospedada em Guarujá também foi contemplada no vídeo, já que é a primeira vez que participa do Mundial.

Para a professora Patrícia Duarte, essa é uma ação com o propósito de expandir as informações entre os alunos. “A receptividade em relação ao vídeo vem sendo muito boa por parte dos estudantes com deficiência auditiva, que estão aprendendo diferentes curiosidades”, explicou Patrícia.

O vídeo está disponível para professores especializados que atendem alunos com deficiência auditiva nas três Unidades Polos de Educação Bilíngue de Guarujá, que são: E.M. Napoleão Rodrigues Laureano, E.M. Antônio Ferreira de Almeida Júnior e E.M. Professora Dirce Valério Gracia, servindo de apoio para professores especializados e alunos que possuam deficiências auditivas.

Fonte: Diário do Litoral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *