Peça no Teatro Sérgio Cardoso (SP) mergulha no mundo das pessoas com deficiência visual

Compartilhe:

Uma peça ambientada totalmente no escuro, que conta a história de quatro jovens durante o movimento estudantil contra a ditadura militar nos anos 1970, com canções de Chico Buarque interpretadas ao vivo. Assim é “Acorda Amor!”, que fica em cartaz no Teatro Sérgio Cardoso de 2 a 26 de junho. As apresentações acontecem de segunda a quarta, às 20h30, e quintas às 20h. Os ingressos vão até R$ 30.

Com texto e direção de Paulo Palado, apresentada pela companhia Teatro Cego, leva o público a mergulhar no mundo das pessoas com deficiência visual, com a percepção de que a compreensão das coisas que nos cercam vai muito além daquilo que os olhos podem ver. A peça avança além da guerrilha estudantil e mostra o amadurecimento das relações entre os personagens Paulo, Lucas e César, que lutam pelo amor de Natasha enquanto aprendem a lidar com a situação do país.

A trama é embalada por uma seleção de músicas do cantor e compositor Chico Buarque, interpretadas ao vivo pela banda Social Samba Fino, formada por Luiz Mel, Eric Budney, Jonas Dantas, Rafa Pereira, Marcel Ortiz, Claudio Martins e Paulinho Franguets.

Serviço:
O QUE
Acorda Amor!
QUANDO:
de 2 a 26/06
Quintas às 20:00
Segundas, Terças e Quartas às 20:30
QUANTO
R$ 30*
ONDE
Teatro Sérgio Cardoso
Rua Rui Barbosa, 153
Bela Vista – Oeste
São Paulo
(11) 3288 0136
VER NO MAPA
OBSERVAÇÃO
*R$ 15 (meia-entrada). Não haverá apresentações em dias do jogo do Brasil (12, 17 e 23/06)

Fonte: Catraca Livre

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *