Brasil vence a Finlândia em reedição da final dos Jogos de Londres e sagra-se campeão mundial de goalball

Compartilhe:

A Seleção Brasileira masculina de goalball entrou para a história neste sábado, 5, em Espoo, Finlândia, durante o Mundial da modalidade. O grupo comandado por Alessandro Tosim goleou a Finlândia por 9 x 1 e sagrou-se campeão da competição. Esta é a primeira medalha brasileira e o primeiro título em mundiais de goalball.

Há dois anos, brasileiros e finlandeses se enfrentaram na disputa pela medalha de ouro nos Jogos Paralímpicos de Londres. Na ocasião, o Brasil saiu de quadra derrotado por 8 x 1 e ficou com a medalha de prata – também inédita na modalidade. Neste sábado, a história foi outra e os brasileiros puderam comemorar a conquista mais importante do goalball do país até o momento.

Embalados por uma vitória arrasadora na semifinal sobre a Lituânia – que era a atual campeã mundial -, os brasileiros entraram em quadra dispostos a devolver a derrota dos Jogos Pralímpicos e conquistar o Mundial. E logo nos primeiros lances, a Seleção Brasileira abriu o placar, com Romário. Depois, Leomon começou mais um show de arremessos para as redes: fez dois gols no primeiro tempo e outros quatro no segundo. O jogador terminou o Mundial como artilheiro da competição, com 51 gols em dez jogos.

Desde os primeiros jogos, o grupo comandado por Tosim mostrou muita qualidade tanto atacando como defendendo. Com seis jogadores jovens, porém experientes – cinco deles estavam na campanha de prata de Londres -, o treinador pôde promover um rodízio constante, mantendo o nível alto em quadra sem desgastar os atletas.

“Foram seis meses de trabalho intenso, e esses atletas merecem demais. Eles abraçaram a causa de se tornar uma potência mundial. Hoje temos uma máquina em quadra. Os times não conseguem fazer gol na gente, enquanto nós fazemos de todos os jeitos. Deixamos bem claro para o mundo que estamos alguns passos à frente. Quero agradecer à CBDV e a Loterias Caixa que nos proporcionaram um semestre inteiro para fazer nosso trabalho. Se a gente quer qualidade no esporte, precisamos de patrocinador. Depois que conquistamos a medalha de prata em Londres, e recebemos o patrocínio da Caixa Loterias, a evolução foi maior. Nos tornamos vice-campeões paralímpicos e agora conquistamos a medalha de ouro no Campeonato Mundial. E mais resultados virão”, disse o treinador Alessandro Tosim.

A campanha brasileira foi muito boa. Em dez jogos, os brasileiros venceram nove, marcaram 99 gols e sofreram 40. A seleção só não terminou o campeonato com 100% de aproveitamento porque empatou com a Turquia em 4 x 4, em partida válida pela quinta rodada. Na fase de grupos, o Brasil venceu a Bélgica, por 7 x 3; a China, por 14 x 6; o Egito, por 12 x 2; o Japão, por 8 x 1; empatou com a Turquia; e fechou a parte classificatória da competição com vitórias sobre o Canadá, por 11 x 6, e Lituânia, por 11 x 5. Nas quartas de final, a Seleção masculina passou pelo Irã, ao vencer por 11 x 8. Na semifinal, voltou a derrotar a Lituânia, por 14 x 4, para chegar à sonhada final.

A delegação brasileira com os campeões mundiais desembarca neste domingo, 6, no Brasil. O grupo tem horário de chegada previsto para as 17h, no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, em voo da empresa KLM.

Fonte: Comitê Paralímpico Brasileiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *