Oficina oferece aulas de dança gratuitas para pessoas com e sem deficiência em SP

Compartilhe:

Estão abertas as inscrições para a 3ª edição da Oficina de Dança DanceAbility do Núcleo Dança Aberta. O método utiliza a improvisação de movimento para promover a expressão e a troca artística entre pessoas com e sem deficiência. As aulas acontecem na Pulsarte, em Pinheiros (São Paulo), de 2 de setembro a 23 de outubro, terças e quintas, das 14h30 às 17h30.

Os participantes são divididos em dois grupos com objetivos distintos. O Grupo I (Núcleo Didático) é formado por pessoas interessadas na abordagem aprofundada do método DanceAbility para aplicação em seu trabalho ou profissão. São 15 vagas disponibilizadas que devem ser preenchidas por meio de seleção pública, que vai levar em conta também o potencial multiplicador de informação dos candidatos.

Já do Grupo II participam pessoas que têm vontade de conhecer e experimentar o DanceAbility. Ambos os grupos são compostos por pessoas com e sem deficiência, com ou sem experiência em dança.

Interessados podem se inscrever até 13 de agosto, pelo site www.nucleodancaaberta.com; ou enviando seus dados, profissão, currículo resumido e carta de interesse para contato@nucleodancaaberta.com. É necessário também informar se possuem deficiência e se precisam de transporte disponibilizado pelo projeto.

A divulgação dos selecionados será feita também pelo site do Núcleo Dança Aberta, no dia 29 de agosto. Após os dois meses de trabalho, a oficina terminará com uma performance dos participantes do Núcleo Didático, aberta ao público.

Fonte: Catraca Livre

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *