‘Uma vitória’, diz jovem com deficiência que realizou prova da OAB pela primeira vez no AP

Compartilhe:

Carlos Rafael da Silva tem 22 anos e nasceu com paraplegia. A deficiência, porém, não o impediu de ir atrás do sonho de se tornar advogado. O jovem cursa o 10º semestre de direito e está entre os 600 candidatos inscritos na primeira fase do XIV Exame de Ordem Unificado, realizado neste domingo (3), em Macapá. A prova acontece em todo país de 13h às 18h.

"É a primeira vez que vou fazer essa prova e ser aprovado será uma grande vitória, pois é um exame muito difícil e todos esperam que os esforços sejam compensados. Depois de cinco anos estudando a minha aprovação será uma grande luta vencida", afirmou o jovem, que, se aprovado, quer atuar na área civil.

Rafael relata ter contado com o apoio da família e dos amigos para participar do concurso. "Sempre me deram força para enfrentar esta batalha. Estudei bastante e vou entrar preparado na sala", reforçou o rapaz.

Prova
Ao todo, 600 pessoas se inscreveram para participar da primeira fase do exame em Macapá. Segundo a Ordem dos Advogados (OAB) secção Amapá, o alto número de candidatos é reflexo de uma normativa que permite que estudantes cursando o 9º e o 10º semestre de direito também participem do concurso. A segunda fase acontece no dia 3 de setembro.

"A primeira fase é um processo objetivo em que o candidato tem que acertar no mínimo metade das questões para se qualificar. Já a segunda fase é uma peça prática profissional, onde o candidato escolhe uma área para responder questões sobre o tema", explicou membro da comissão do exame da OAB no Amapá, Marco Antônio Costa.

Fonte: G1