São Paulo é uma cidade cada vez mais acessível para pessoas com deficiência

Compartilhe:

A capital paulista está se tornando cada vez mais acessível e receptiva às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Durante o período de realização da Copa do Mundo da Fifa Brasil, o Observatório do Turismo, núcleo de estudos e pesquisa da São Paulo Turismo (SPTuris, empresa municipal de turismo e eventos), fez um levantamento específico sobre o tema de acessibilidade em São Paulo.

Em relação aos atrativos turísticos, 78% das pessoas com deficiência entrevistadas afirmaram que existe acessibilidade, e nos restaurantes o percentual foi de 73%. As vias públicas foram consideradas acessíveis por 63% dos entrevistados, enquanto os hotéis ou hostels tiveram proporção de 37%.

Segundo o secretário especial para Assuntos de Turismo e presidente da SPTuris, Wilson Poit, a cidade tem se esforçado para receber bem todos os turistas e isso inclui pensar na acessibilidade às pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. “Nos últimos anos, a preocupação com esse público tem sido cada vez maior e o resultado são pontos turísticos totalmente ou prestes a se tornar 100% acessíveis, como o Museu do Futebol e o Museu da Língua Portuguesa”, enfatiza.

Estabelecimentos comerciais como lojas, bares e restaurantes também têm procurado se adaptar em relação à acessibilidade. Conforme o levantamento, 62% dos deficientes entrevistados apontaram que São Paulo possui acessibilidade. “Muitos locais estão fazendo ou programando reformas para receber todas as pessoas de forma confortável e segura”, afirma Poit, “e essa adaptação em processo mostra que cidade se esforça para tornar-se cada vez mais acessível e inclusiva”, completa.

Fonte: São Paulo Turismo