Estação Digital para pessoas com deficiência física é reaberta no Piauí

Compartilhe:

A Estação Digital que atende pessoas com deficiência física foi reaberta na última terça-feira (16) no bairro Dirceu Arcoverde, Zona Sudeste de Teresina (PI). No espaço serão oferecidos cursos gratuitos especialmente para pessoas com deficiência. A Estação Digital foi a primeira do país voltada exclusivamente para pessoas com deficiência física, inaugurada em 2008.

A Estação estava fechada desde o início do ano, pois os computadores acabaram ficando defasados. Segundo o coordenado da Estação, Alexandre Almeida, o local já tem vários alunos matriculados e a programação é para começar no dia 3 de novembro e encerrar em outubro de 2015. "Vamos funcionar de segunda à quinta, e às sextas e sábados estamos abertos para novos cursos", explicou o coordenador.

No momento inicial o local estará aberto para a navegação na internet e para orientação dos instrutores em relação aos programas que serão utilizados. “O local oferece também uma internet rápida e de livre acesso para os moradores das regiões próximas da Estação. Vamos ter uma internet aberta 24h com possibilidade de acesso a vários aparelhos eletrônicos gratuitamente”, disse.

A Estação Digital é uma oportunidade de qualificação para pessoas com deficiência. “As pessoas com deficiência são limitadas, mas não incapacitadas, então é uma oportunidade de garantir qualificação para essas pessoas que só precisam de oportunidade. É uma forma de garantir os direitos dessas pessoas”, contou.

Para participar dos cursos é necessário apenas que o interessado se encaminhe até a Estação Digital munido de documentos e do laudo médico para fazer as inscrições. “Temos cursos ligados à informática, com cursos desde o básico até o avançado e tudo de forma gratuita. O local é bastante acessível com paradas de ônibus na frente, banheiros e instalações completamente adaptadas. Basta agora vontade e que a pessoa acorde cedo para fazer o curso”, finalizou o coordenador.

Fonte: G1

3 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *