Após ser adotada, cadelinha ajuda menino com autismo a se desenvolver

Compartilhe:

Após ser encontrada à beira da morte e adotada por uma família no estado da Geórgia, nos Estados Unidos, uma cadelinha mostra que o amor entre homens e animais pode fazer coisas incríveis.

Xena, uma cadelinha vira-lata foi achada no meio da rua em estado lamentável, totalmente machucada, desnutrida (pesando apenas 1,8 kg) e inconsciente. Acolhida por uma instituição de proteção de animais norte-americana, ela recebeu atendimento e foi colocada para a adoção.

Os pais de Jonny Hickey, um menino de 8 anos, com autismo, viram o animal e  resolveram acolhê-lo. Poucos meses depois, uma surpresa: não apenas Xena estava em rápido processo de recuperação, mas a criança começou a desenvolver a fala e ter reações antes nunca percebidas pela família.

O pequeno Jonny tornou-se um menino falante e sorridente, segundo a própria mãe, Linda Hickey. Enquanto isso, Xena ganhou peso, se livrou das marcas dos maus-tratos e ganhou o apelido de “cadelinha guerreira”.

Após ver o desenvolvimento que o animal provocou em Jonny, a família começou a levar Xena em um hospital infantil em Atlanta, onde passou a visitar uma menina de 12 anos com câncer.

Fonte: Deficiente Ciente