ONG Escola de Gente cria campanha pelo Dia Nacional do Teatro Acessível

Compartilhe:

A ONG Escola de Gente – Comunicação em Inclusão criou uma campanha para divulgar o Dia Nacional do Teatro Acessível, comemorado em 19 de setembro desde o ano passado. A data é um desdobramento da campanha “Teatro Acessível. Arte, Prazer e Direitos”, lançada em 2011 pela Escola de Gente e incorporada pelo Ministério da Cultura como ação e conteúdo de política pública em 2013. São parceiros na campanha a Unesco, Organização dos Estados Ibero-Americanos, Associação Nacional dos Procuradores da República, Ministério da Cultura, White Martins, Oi, Vale e MRS Logística.

Com a hashtag #euqueroteatroacessivelnobrasil, a Escola de Gente convoca a sociedade, especialmente a classe artística, para a importância de se oferecer espetáculos teatrais com intérprete de Libras, legenda, programas em braile, audiodescrição, atendimento prioritário e acessibilidade física, para que pessoas com deficiência e mobilidade reduzida possam ir ao teatro com mais autonomia e assim participar da vida cultural de suas cidades. Para a campanha nas redes sociais, diversos artistas vestiram a camisa do teatro acessível, uma forma também de sensibilizar o congresso para que o projeto de lei que institui o dia 19 de setembro como o dia temático (PL 6139/13) seja aprovado no Senado Federal.

A Escola de Gente é pioneira na realização de teatro acessível no Brasil, desde 2003, com o grupo teatral Os Inclusos e os Sisos – Teatro de Mobilização pela Diversidade. O projeto foi iniciado em 2003 pela atriz Tatá Werneck, que mobilizou outros estudantes da Faculdade de Artes Cênicas da UniRio. Juntos, aceitaram o desafio proposto pela Escola de Gente de colocar o teatro, especialmente o humor, a serviço de temas como inclusão, acessibilidade, diversidade e direitos.  Mesmo sem Tatá, o grupo continua viajando pelo Brasil e recebendo muitos reconhecimentos.  

Este ano, na sede da ONU, na Áustria, o teatro acessível da Escola de Gente foi premiado como uma das 40 experiências mais inovadoras do mundo na área da inclusão, numa seleção feita pelo programa Zero Project Innovative Practices, da organização austríaca Essl Foundation, que em parceria com o World Future Council e o Bank Austria, reúne e cataloga a mais completa coleção de experiências  exitosas pela garantia de direitos de pessoas com deficiência.

Atualmente, o teatro acessível da Escola de Gente está em turnê por seis cidades do país, passando pelo Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Pará. No primeiro semestre, levou cultura com acessibilidade para favelas cariocas e, a partir de outubro, iniciará uma série de 26 apresentações teatrais no Teatro Ipanema, no Rio de Janeiro.