Com Lars Grael, Presidente Prudente (SP) tem programação especial sobre pessoas com deficiência

Compartilhe:

A participação de pessoas com deficiência nas atividades esportivas vem ganhando espaço, principalmente na última década. Assim, o Seminário de Esportes Inclusivos, Participativos e de Lazer, de Presidente Prudente, tem como finalidade fornecer subsídios práticos e teóricos que ampliem o universo de conhecimento dos envolvidos com a atuação junto às pessoas com deficiência.

O evento, organizado pelo Sesc Thermas, Unesp e da Associação Brasileira de Atividade Motora Adaptada, já está com inscrições abertas. No site, o interessado deve selecionar as atividades em que deseja participar. As atividades começam a partir do dia 22 deste mês.

A palestra de abertura será com o velejador Lars Grael. Além de ter todos os ingredientes que envolvem e marcam as carreiras vitoriosas dos grandes campeões olímpicos, um novo desafio foi imposto para ele: um acidente que quase lhe tirou a vida e o deixou sem uma perna. Sua fala abordará toda esta trajetória de superação, bem como a sua volta nas competições de vela.

Fonte: Globo Esporte

6 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *