Homem com deficiência tem casa reformada com ajuda de voluntários em Rio Branco, AC

Compartilhe:

O jovem André Capistrano, de 20 anos, nasceu com paralisia cerebral, mas mesmo com dificuldade para falar e se locomover nunca desistiu de seus objetivos. Ele cursa teologia em Rio Branco (AC) e, há pouco mais de um mês, a reforma na sua casa, interrompida após a morte do pai, vítima de um acidente de trânsito no ano passado, foi retomada graças a um mutirão feito por amigos e vizinhos do jovem.

Precisamente, no dia 18 de agosto a obra recomeçou. O material foi todo de doações e os voluntários se revezam na mão de obra. Aurino Saraiva é pedreiro e conta que todos os dias, depois do trabalho, ainda encontra forças para ajudar na construção da casa.

"Para mim é muito gratificante. Na realidade, eu até me emociono quando falo disso.Trabalho no dia a dia no meu emprego e quando saio de lá estou por aqui. Fico até 10h ou 11h da noite. Já sai daqui meia noite", se emociona.

Já em fase final, André destaca a atitude dos amigos e se diz emocionado com a iniciativa que deu continuidade ao desejo do seu pai. "Eu me senti muito especial, muito honrado. Fiquei sem palavras porque foi uma atitude muito bonita do povo da igreja. Não só da igreja, mas de todos os meus amigos da escola", ressalta.

A dona de casa Fátima Capistrano, mãe de André, diz que só acreditou na ação após ver a casa finalizada. "Não acreditava. É uma coisa assim fora de série, nem dá para explicar. Na verdade, agora que a ficha está caindo, porque ela está aí, pronta", diz emocionada.

O pastor Luzivan Aguiar é o que mais se orgulha da iniciativa. Foi ele que teve a ideia de juntar forças para melhorar a qualidade de vida de André e de toda a família dele.

"O André, no ano passado, passou por uma dificuldade muito grande. A família dele perdeu um ente querido, o pai dele foi atropelado em um acidente de trânsito e foi a óbito. Naquele dia, no meio daquela tragédia, conheci a realidade social do André, como ele vivia. E naquele dia mesmo eu falei para ele que não estava só. E disse uma outra coisa, que Deus colocou no meu coração e nós vamos construir uma casa para você habitar dignamente com a sua família", relembra.

Fonte: G1