Exposição no Museu Afro Brasil, em SP, contará com obra acessível a pessoas com deficiência visual

Compartilhe:

A exposição que inaugurou no último dia 23 em comemoração aos 10 anos do Museu Afro Brasil, em São Paulo, contará com a obra “Fundação da Pátria Brasileira”, baseada na obra de Eduardo Sá e autoria de Butti, acessível às pessoas com deficiência visual por audiodescrição disponível através da ferramenta de Audio Guia do App Museu Afro Brasil.

Já exposta na primeira exposição temporária realizada pelo Museu Afro Brasil “Brasileiro, Brasileiros” (2004), a obra apresenta em primeiro plano a figura de José Bonifácio, considerado o patriarca da Independência. A presença da figura de D. Pedro I no centro da pintura parece não ser apenas uma solução formal encontrada pelo artista, mas principalmente a intenção em mostrar a ambiguidade em torno de D. Pedro I enquanto “herói” da emancipação. A obra é composta ainda por representantes das três matrizes do Brasil: o branco, o índio e uma negra, sendo esta última numa posição de submissão e inferioridade, evidenciando a ainda forte presença da escravidão no país desse momento.

Fonte: Museu Afro Brasil

6 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *