Unesp lança primeiro MOOC acessível do mundo

Compartilhe:

Democratizar o acesso à informação e favorecer a construção do conhecimento. Esse foi o principal objetivo da Unesp quando foi lançada a plataforma Unesp Aberta – a primeira do Brasil a ofertar cursos Massive Online Open Courses (Mooc), que permitem a um grande número de cursistas a oportunidade de ampliar seus conhecimentos, em uma abordagem metodológica aberta.

Em continuidade a essa diretriz, a universidade anunciou que lança o primeiro curso Mooc com recursos de acessibilidade do mundo, intitulado “A Lei de Diretrizes e Bases”. O anúncio ocorreu durante o I Encontro Unesp de Inovações e Acessibilidade no Ensino Superior.

Para tanto, foi necessário reformular a Unesp Aberta de modo a desenvolver um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) que contasse com recursos de acessibilidade implementados com o objetivo de possibilitar acesso à informação para pessoas surdas, cegas ou com baixa visão, em uma perspectiva de Desenho Universal.

Esses recursos são: vídeos com Libras, legenda e audiodescrição; textos digitais acessíveis e ferramentas do AVA adaptadas para navegação via teclado e ledores de tela; inserção de descrição de imagens e do tema “Alto Contraste” com conteúdos em fundo preto e letras em amarelo, verde e branco, além do ícone “Pular para Conteúdo”, que possibilita ir direto para as leituras e exercícios sem precisar encontrá-los via botão “TAB”.

Para Klaus Schlünzen Junior, professor e coordenador do NEaD, além do pioneirismo, esta é uma iniciativa de bastante relevância para o âmbito educacional no Brasil, pois, potencializa o uso das Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDIC) na educação. “Além disso, é extremamente importante para toda a comunidade, pois com esse passo cumprimos nosso importante papel social e geramos um diálogo sobre a necessidade de se planejar uma Educação a Distância de qualidade sob uma perspectiva inclusiva.”

O pesquisador relata, ainda, que nos próximos meses serão lançados outros três cursos acessíveis: Conteúdos e Didática de Alfabetização; Educação Especial e Inclusiva e Conteúdos e Didática de Língua Portuguesa e Literatura.

3 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *