Garoto com “ossos de vidro” é sensação na internet como “Presidente-mirim”

Compartilhe:

Robby Novak teria razões para ser uma criança triste. Ele tem osteogênese imperfeita, condição também conhecida como "ossos de vidro", que faz com que seus ossos se quebrem facilmente. Aos 11 anos, o menino já teve mais de 70 fraturas, passou por várias cirurgias e tem próteses em ambas as pernas.

Mas Robby está longe de ser uma criança triste. No YouTube, ele é o Presidente-Mirim. Em seu escritório presidencial de papelão, o garoto dança, conta piadas, faz discursos inspiratórios e incentiva os espectadores a tornar o mundo um lugar "incrível".

Isso fez de Robby uma sensação no portal de vídeos. Ele foi contratado por um canal onde seus clipes já foram vistos mais de 76 milhões de vezes – 36 milhões vindo de seu maior hit, o vídeo "Conselhos do Presidente-mirim para você". "Não paro nem quando estou com algum osso quebrado", diz Robby. "Sorrio, e quero que as pessoas sorriam mesmo quando estiverem sofrendo."

Robby colocou no ar seu primeiro vídeo em 2012 com a ajuda do cunhado, Brad Montague, que teve a ideia de criar a série online. Montague conta que está sempre em companhia de Robby fazendo atividades em família. Ele afirma que o Presidente-mirim surgiu da vontade de criar um projeto que mostrasse crianças como líderes.

A maior parte dos vídeos é gravada na casa de Montague em Henderson, uma pequena cidade do Estado do Tennessee, nos Estados Unidos.

O cunhado diz que orienta Robby, dirigindo-o com perguntas e articulando as ideias que ele repete para a câmera. Robby ouve com atenção e adapta as falas.

"Uma coisa que você pode fazer para ser incrível é tratar uma pessoa como se ela fizesse aniversário todos os dias", diz Robby, que gosta de dançar nos intervalos da gravação.

Com seu sucesso na internet, o menino já entrevistou celebridades, como a cantora Beyoncé, e teve até mesmo um encontro com um presidente de verdade, Barack Obama.

Seu mais recente projeto é o livro Guia do Presidente-Mirim Para Ser Incrível. É uma mistura de histórias dos vídeos e aventuras de Robby, junto com desenhos, conversas entre Montague e o garoto e dicas sobre como as crianças podem tornar o mundo um lugar melhor.

"Robby me inspira e me dá coragem", afirma Montague. "Nunca imaginei que seríamos capazes de atingir milhões de pessoas daqui de nossa cidadezinha, e somos muito gratos por isso."

Fonte: UOL

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *