Processo seletivo para curso de pós-graduação em Autismo na UFSCar é prorrogado

Compartilhe:

O Laboratório de Aprendizagem Humana, Multimídia Interativa e Ensino Informatizado (LAHMIEI), do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em função da grande procura, prorrogou as inscrições para o processo seletivo de especialização em Análise do Comportamento Aplicada ao Autismo, para o próximo sábado (7).

O objetivo do curso de pós-graduação lato sensu é capacitar profissionais de nível superior para atuar de acordo com os princípios do Applied Behavior Analysis (ABA), abordagem da psicologia comportamental adaptada e aplicada ao ensino de crianças com autismo.

As vagas estão abertas aos profissionais das áreas de Psicologia, Educação, Fonoaudiologia, Medicina, Enfermagem, Terapia Ocupacional, Educação Física, Fisioterapia, Direito, áreas afins e pais/educadores de crianças com Transtorno do Espectro do Autismo/Desenvolvimento Atípico.

As inscrições ainda poderão ser feitas através do e-mail autismoufscar@gmail.com e a seleção ocorrerá através da análise do Currículo LATTES (prova de títulos), do interessado de caráter classificatório, cuja pontuação final se dará em ordem decrescente (da maior nota para a menor nota) e vai determinar a classificação após o prazo de encerramento das inscrições. Os candidatos selecionados serão comunicados por e-mail.

O curso tem duração de 24 meses, iniciando no dia 18 de abril. As aulas são presenciais e ocorrem quinzenalmente, aos sábados, das 8h às 12h e das 13h às 17h, no campus de São Carlos da UFSCar, localizado no km 235 da Rodovia Washington Luís.

Mais informações aqui.

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *