AACD promove Congresso Internacional em julho

Compartilhe:

Em 2015, a AACD – Associação de Assistência à Criança Deficiente completa 65 anos e, aproveitando esse momento histórico e o conhecimento adquirido no período, a Instituição promove, de 17 a 19 de julho, o Congresso Internacional da AACD, no Centro de Convenções do Expo Center Norte, localizado em São Paulo.

Com expectativa de reunir mil congressistas, o evento vem para tornar-se referência mundial em encontros na área de reabilitação física e receberá especialistas em ortopedia, fisiatria, terapia ocupacional, fisioterapia, fonoaudiologia e psicologia. Além de profissionais do corpo clínico da AACD, estão confirmadas as presenças dos médicos Thomas Dreher (Alemanha), Robert Palisano (Canadá), Camilo Turriago (Colombia), Clement Hamani (Canada), entre outros.

Entre os temas a serem discutidos estão, por exemplo, as novas tecnologias aplicadas à reabilitação e os resultados em longo prazo da rizotomia dorsal seletiva, apresentada por Tom Novacheck, do Gillette Children´s Hospital, Saint Paul, EUA. No complexo hospitalar americano, a rizotomia é realizada como rotina no tratamento do paciente com paralisia cerebral espástica, sendo um dos hospitais com maior experiência neste procedimento em nível mundial.

Outro ponto de destaque na programação do congresso serão os temas relacionados ao envelhecimento da população com deficiência física, que será abordado por Robert Palisano, que apresentará sua experiência com os sistemas de avaliação e classificação da função motora em pacientes com paralisia cerebral. 

Para completar a programação do Congresso, a equipe multiprofissional da AACD será representada por dezenas de profissionais, que abordarão a experiência adquirida pela Instituição no tratamento da deficiência física ao longo dos 65 anos de história, além compartilharem informações sobre os recentes avanços e tendências futuras nesta área de atuação.        

Será apresentado também estudo exclusivo sobre a Lokomat, moderno equipamento de auxílio à marcha, utilizado na reabilitação de pessoas com o mínimo de potencial para andar, que foi trazido para o Brasil de forma pioneira pela AACD.

“Com um corpo clínico palestrante de altíssima qualidade em nível mundial, o Congresso Internacional da AACD promete oferecer uma troca de experiências com temas inovadores tornando-se futuramente uma agenda anual indispensável para profissionais que atuam nessa área“, afirma a Superintendente de Reabilitação, Dra. Alice Rosa.

O Congresso tem inscrições limitadas que podem ser realizadas até dia 16 de julho pelo site www.aacd.org.br/congresso. O valor para inscrições realizadas até 29 de maio é de R$ 600 para profissionais e R$ 350 para estudantes de graduação. Confira tabela completa de valores no hotsite do evento.

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *