Sinal sonoro em semáforo pode virar Lei em Cuiabá, MT

Compartilhe:

O vereador Ricardo Saad (PSDB) apresentou, no decorrer da última semana, um projeto de lei que visa à instalação de sinal sonoro nos semáforos de Cuiabá.

A medida tem o objetivo de atender, principalmente, à população com deficiência visual.

“A finalidade do projeto é atender às necessidades das pessoas com deficiência visual, que naturalmente utilizam as vias públicas do município, mas estão limitados devido à falta de semáforos equipados com sinais sonoros que sirvam de orientação para a sua travessia”, enfatizou o parlamentar. "Isso irá proporcionar aos deficientes visuais maior autonomia e independência”, frisou.

O projeto de Saad encontra-se em tramitação nas Comissões Permanentes da Casa de Leis.

Diante disso, se aprovada a proposta do parlamentar, a referida lei passará a vigorar com a seguinte redação: “Os semáforos para pedestres instalados nas vias públicas deverão estar equipados com mecanismo que emita sinal sonoro suave, intermitente e sem estridência, ou com mecanismo alternativo, que sirva de guia ou orientação para a travessia de pessoas portadoras de deficiência visual, se a intensidade do fluxo de veículos e a periculosidade da via assim determinarem”.

Fonte: Mídia News

3 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *