Represa de Guarapiranga recebe o Campeonato Paulista de Vela Adaptada

Compartilhe:

A Represa de Guarapiranga abrigará o Campeonato Paulista de Vela Adaptada, nos dias 17 e 18 de outubro de 2015. A competição, organizada pelo Clube Paradesportivo Superação, com a chancela da Federação de Vela do Estado de São Paulo, é uma seletiva para o Campeonato Brasileiro de Vela da Classe Paralímpica Sonar 2015, que acontecerá no Rio de Janeiro.

Todos os anos, o evento reúne atletas e amantes do esporte com diferentes níveis de mobilidade, dentre amputados e lesados medulares.

Serão 12 atletas, divididos em quatro barcos, em uma disputa acirrada durante os dois dias de evento. Os barcos utilizados são os da classe Poli 19, adaptados para os diferentes atletas.

“Os barcos possuem algumas adaptações que possibilitam os atletas manusearem os equipamentos com facilidade, proporcionando a prática do esporte para diversas pessoas com deficiência”, declara Vitor Hugo Pinheiro, técnico do clube paradesportivo.

Luiz Gouveia, presidente do Clube Paradesportivo Superação, afirma que realizar uma regata como esta consolida o clube e o Estado de São Paulo como pólo descobridor de atletas paralímpicos. “Um campeonato paralímpico influi diretamente na vida desses atletas. Principalmente quando ele concorre à uma vaga em uma regata de âmbito nacional, como o Brasileiro de Vela Adaptada, que será disputado no Rio de Janeiro”.

Serviço:

Campeonato Paulista de Vela Adaptada
Sede do evento: Clube ASBAC – Associação dos Servidores do Banco Central – Represa de Guarapiranga, Raia 2.
Data: 17 e 18 de outubro de 2015
Horário: a partir das 10h30
Endereço: Rua Maria Stela, Chácara Vista Alegre, São Paulo/SP

Fonte: Release

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *