Ingressos para os Jogos Paralímpicos já estão disponíveis

Compartilhe:

Está disponível a venda online dos ingressos para os Jogos Paralímpicos Rio 2016. São mais de 2,5 milhões de entradas para um total de 22 esportes e as cerimônias de abertura e de encerramento. A venda direta de ingressos é feita pelo site rio2016.com.

As competições ocorrerão entre os dias 7 e 18 de setembro do próximo ano. O preço dos ingressos varia de R$ 10 a R$ 130. O pagamento pode ser parcelado em até três vezes, caso seja feito com cartão de crédito Visa. Quem optar pela solução de Pagamento Virtual Rio 2016 deve observar o prazo de até três dias úteis para o carregamento dos créditos, que pode ser efetuado via boleto bancário, cartão de crédito, cartão de débito ou PagSeguro (transferência bancária).

Residentes no Brasil com 60 anos ou mais, obesos e pessoas com deficiência pagam meia-entrada em qualquer ingresso. Professores da rede municipal de ensino e estudantes em geral também têm direito a 50% de desconto no preço, mas apenas nos ingressos da categoria mais barata de cada sessão. Pessoas com deficiência e obesos deverão ligar para o centro de atendimento telefônico (021 3004-2016) para realizar suas compras com direito à meia-entrada.

São dez os esportes com preços a partir de R$ 10: maratona, bocha, esgrima em cadeira de rodas, goalball, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas, tiro com arco, halterofilismo, ciclismo de estrada e vela.

As sessões esportivas com ingressos mais caros são a final do basquetebol em cadeira de rodas, com entradas que vão de R$ 90 a R$ 130, e a superfinal do atletismo, que custará entre R$ 70 e R$ 110.  As cerimônias de abertura e encerramento custam de R$ 100 a R$ 1,2 mil.

Fonte: Exame

6 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *