Espaços culturais têm atividades especiais para pessoas com deficiência em São José

Compartilhe:

As casas de cultura Flávio Craveiro (na zona sul de São José) e Eugênia da Silva (na região leste)  iniciam, a partir desta semana, o programa Arte Incluir, que vai oferecer opções de oficinas artísticas para pessoas com algum tipo de deficiência.

No espaço Flávio Craveiro, as atividades começaram na segunda, dia 18. Já no espaço Eugênia Silva, as atividadaes acontecem na terça e quinta-feira, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h30.

O programa oferece oficinas de dança, música, teatro, artesanato, artes visuais e expressão corporal para deficientes. Não é necessário que os interessados façam inscrição prévia. O espaço Flávio Craveiro fica na av. Lenin, 200, no Dom Pedro 1. Outras informações pelo telefone (12) 3966-1136. Já o espaço Eugênia Silva fica na rua dos Carteiros, 110, no bairro Novo Horizonte. Mais informações pelos telefones (12) 3907-0912 ou 3907-8024.

Fonte: G1

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *