Artista polonês que nasceu sem os braços desenha incríveis obras realistas

Compartilhe:

Aos 23 anos, o artista plástico polonês Mariusz Kedzierski tem atuado com destaque como retratista no cenário artístico europeu. Seus desenhos realistas já foram expostos em cidades como Cracóvia, Viena, Oxford, Breslávia e Varsóvia, entre outras e, em 2013, Kedzierski ganhou o 2º prêmio de “melhor artista global” na Feira de Arte de Viena. Para além de seus feitos, no entanto, o que torna sua carreira especial é um nada mero detalhe: Mariusz Kedzierski nasceu sem os braços.

Kedzierski começou a desenhar aos 3 anos de idade, e seguiu desenhado e pintando até os 12, quando teve de parar por questões de saúde. Em 2008, depois de uma de suas cirurgias, o desejo de desenhar voltou, e ele desde então jamais parou.

Segundo o próprio artista, sua condição nunca o impediu de ter uma vida plena e repleta de sonhos. Kedzierski pinta na rua, e já realizou seus retratos em cidades como Berlim, Amsterdam, Londres, Paris, Barcelona, Veneza, Roma e Atenas. Sua arte se tornou não só seu estilo de vida, como seu ganha pão.

Com mais de 700 retratos realizados em 15 mil horas de trabalho, o artista batizou esse projeto de “Mariusz Draws”, ou “Os Desenhos de Mariusz”. Essa é a maneira que encontrou não só para viver sua vida, como para ser feliz, realizar seus sonhos e ganhar dinheiro – e, junto disso, inspirar as pessoas.

Sua página no Facebook já alcançou mais de 20 mil likes e ele segue querendo mais – para poder mostrar que os limites só existem dentro de nossas cabeças.

Fonte: Hypeness

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *