Evento aborda desafios para a formação de universitários surdos

Compartilhe:
 
A Unesp promove a roda de conversa "Educação inclusiva: desafios para a formação de universitários surdos" nesta sexta-feira, 19, das 19h30 às 22h, no anfiteatro do campus Marília. O objetivo de  promover o debate e reflexão sobre as políticas institucionais que apoiam o acesso e a permanência de universitários surdos na educação superior. 
 
Como convidada, a Professora Doutora Sueli Fernandes do Setor de Ciências Humanas/ Coordenação do Curso de Letras Libras – Universidade Federal do Paraná (UFTPR) participa do debate, moderado por Sandra Eli Sartoreto de Oliveira, doutora do Departamento de Educação Especial e Programa de Pós-Graduação em Educação da FFC/Unesp – Marília.

Mais do que pessoas com deficiência, a roda de conversa busca propriciar o diálogo entre  estudantes da graduação e pós-gradução, professores e profissionais em geral.

 
A realização conta com o Lalis  (Laboratório da Linguagem à Surdez), Unesp e CEFEPI (Centro de Formação Extensão e Pesquisa em Inclusão).

Fonte: Unesp

 

6 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *