Instituto Mara Gabrilli retoma projeto Cadê Você? na periferia de São Paulo

Compartilhe:
No próximo sábado (5/3) o projeto Cadê Você? reinicia suas atividades com a realização de um novo mutirão de atendimento para alunos com deficiência e familiares no bairro Capão Redondo, zona Sul de São Paulo. O mutirão irá acontecer na Escola Estadual Amélia Kerr Nogueira que receberá público encaminhado pelas escolas da região, bem como os inscritos através do site do projeto. O projeto do Instituto Mara Gabrilli identifica pessoas com deficiência em situação vulnerável, avalia suas condições de vida e oferece orientação sobre direitos e encaminhamento para os serviços públicos dísponiveis com o objetivo de melhorar a sua qualidade de vida.
 
A expectativa é que aproximadamente 50 famílias participem do evento que acontece nesse sábado. De acordo com o perfil dos inscritos, a equipe do projeto espera um público em sua maioria com deficiência intelectual, mas também serão atendidas pessoas com deficiência auditiva e física, além de casos em que não existe ainda um diagnóstico preciso. Para orientar essas famílias o projeto irá contar no mutirão com 3 assistentes sociais, 3 psicólogas, 1 ou 2 terapeutas ocupacionais, 1 fonoaudióloga, 1 fisioterapeuta, além de uma equipe de apoio para  a organização do fluxo de atendimento.
 
Criado em 2010, motivado pela necessidade de localizar pessoas com deficiência à margem da políticas públicas e programas de inclusão, o projeto Cadê Você? já realizou 34 mutirões e atendeu mais de 3 mil pessoas, em geral carentes de informações serviços públicos existentes e seus direitos. Durante o mutirão, a equipe do projeto oferece orientações para estimulação precoce, reabilitação, apoio social e informações importantes sobre serviços oferecidos na cidade nas áreas de saúde, educação, trabalho, esporte, cultura e direitos.
 
O mutirão será realizado com recurso doado pelo Bradesco. 
 
Instituto Mara Gabrilli
 
O Instituto Mara Gabrilli é uma ONG fundada em 1997 com o objetivo de promover a autonomia de pessoas com deficiência, disseminar conhecimento sobre acessibilidade e realizar ações que tornem a sociedade mais inclusiva e humana.
Além da orientação à pessoa com deficiência e seus familiares por meio do Cadê Você?, o IMG também atua no suporte a atletas paralímpicos e na produção de materiais informativos sobre acessibilidade e inclusão.
 
Serviço

Mutirão do projeto Cadê Você
Realização: Instituto Mara Gabrilli
Data: 05 de março de 2016
Horário: 9h00 às 17h00
Local: E. E. Amélia Kerr Nogueira
Público estimado: 50 famílias de alunos com deficiência da rede escolar da região
Informações: contato@img.org.br
 

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *