Exposição itinerante da Fundação Dorina Nowill retrata a deficiência visual

Compartilhe:

A Fundação Dorina comemora seus 70 anos e finaliza sua exposição itinerante “Sentir a DiVERsidade” no CEU Butantã, Zona Oeste da capital paulista, com entrada gratuita, de 25 de março a 24 de abril.

Os frequentadores terão acesso a painéis com informações, fotos e objetos que ilustram o que é a deficiência visual e a relação entre sentidos e cotidiano. A mostra é aberta ao público com entrada gratuita e conta com os recursos de audiodescrição, videolibras, folhetos e textos em tinta-braille.

“Sentir a diversidade” fica no CEU Butantã – Av. Eng. Heitor Antônio Eiras García, 1728 – Jardim Esmeralda – de 25 de março a 24 de abril. Para mais informações (11) 5087-0955 ou aprendendocm@fundacaodorina.org.br.

Fonte: Assessoria

6 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *