Projeto dá som a emojis para pessoas com deficiência visual

A iniciativa traz uma sensibilidade maior à interpretação dos emojis, que até então eram lidos de maneira fria, por meio de gravações de áudio

Diversos emojis, cada um com um botão abaixo escrito "ouça".
Compartilhe:

Uma nova associação cognitiva para pessoas com deficiência visual. É este o benefício do novo projeto batizado de Emoti Sounds. Por meio de um plugin que torna a leitura dos emojis mais emotiva para quem usa o leitor de tela livre NVDA (NonVisual Desktop Access) em desktop, a iniciativa traz uma sensibilidade maior à interpretação das imagens, que até então eram lidas de maneira fria, por meio de uma gravação de voz que descreve a imagem.

Ao instalar o plugin associado ao leitor NVDA, a ferramenta permite que as pessoas com deficiência visual tenham uma experiência equiparada a qualquer outro leitor na utilização de uma linguagem tão usada hoje. Como exemplo prático, o leitor de tela reproduzirá o som de um beijo, em vez de dizer “Emoticon Beijo”, por exemplo, e assim sucessivamente com as 68 imagens ‘traduzidas’ pelo plugin. A concepção dos sons contou com a colaboração da equipe do Instituto Benjamin Constant, centro de referência nacional para questões da Deficiência Visual.

“O projeto é pioneiro no segmento e compreende todas as diretrizes que o Instituto valoriza, dentro do tripé que trabalhamos. Alinhando Acessibilidade, Inclusão e Cidadania. Participamos da iniciativa testando os sons e sugerindo algumas modificações. Os jovens com deficiência visual, que hoje já se comunicam através de muitos instrumentos, vão se sentir igualados ao irmão, a um amigo ou a qualquer outra pessoa, por meio desta nova leitura com os emoticons sonoros. Para quem não tem deficiência visual, este parece um projeto simples. Mas ele humaniza uma ideia. Afinal, a emoção não afeta apenas a determinados grupos de pessoas, atinge a todos os homens”, comenta Maria da Gloria Almeida, Assessora da Direção Geral do Instituto Benjamin Constant.

O projeto faz parte de uma iniciativa maior que permeou toda a comunicação da TIM Live. Foi idealizado pela agência Artplan e desenvolvido com colaboração do Instituto Benjamin Constant.

“Acreditamos que estamos inaugurando uma nova forma de comunicação, socialmente relevante e acessível e que promove uma mudança na vida das pessoas. Nesse projeto, a qualidade do trabalho foi artesanal, e contamos com a colaboração de um instituto que é referência para a inclusão de pessoas com deficiência visual, que foi a equipe do Benjamin Constant. Esta colaboração foi indispensável para colocar o projeto Emoti Sounds para funcionar”, conta Rodolfo Medina, presidente da Artplan.

O plugin Emoti Sounds é gratuito, e está disponível para leitura em português e inglês, podendo ser utilizado por qualquer pessoa que utilize o NVDA em seu desktop. Basta instalar o plugin através da área de Add On do NVDA ou através do site do projeto Emoti Sounds.

Gosto popular

Os emoticons têm se popularizado em todo o mundo como uma das diversas formas de comunicação na grande rede. No final do ano passado, o dicionário Oxford elegeu a figura “chorando de rir” como a palavra mais “falada” de 2015. Foi a primeira vez na história que uma imagem que representa uma ideia foi vencedora da categoria. O Oxford elege a palavra do ano considerando países que falam inglês como a primeira língua. A escolha é feita a partir de termos mais abordados no último ano, que definam um retrato da sociedade a partir das ideias e palavras mais usadas.

Para baixar o plugin, acesse: http://www.livetim.tim.com.br/emotisounds/downloads/emotisounds-1.1.0.nvda-addon

Fonte: Nossa Causa

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *