Cursinho em Libras prepara alunos surdos para os vestibulares

Escola Estadual Dom João Maria Ogno, na capital, oferece aulas preparatórias aos sábados. Inscrições vão até dia 11 de junho

Ícone que representa Libras, em fundo roxo.
Compartilhe:

Alunos com deficiência auditiva que moram na capital paulista têm mais uma oportunidade para se preparar para os vestibulares do final do ano. A Escola Estadual Dom João Maria Ogno, na zona leste, recebe, até o dia 11 de junho, inscrições para o cursinho preparatório em Libras. As aulas começam dia 30 do mesmo mês.

As aulas acontecerão aos sábados, das 9h às 15h, e serão ministradas por um professor interlocutor da Língua Brasileira de Sinais para passar os conteúdos. Os estudantes aprenderão a interpretar os enunciados de questões propostas no Enem e na Fuvest. Para este ano, serão abertas 50 vagas.

O cronograma do curso também prevê a participação dos alunos em simulados para testar os conhecimentos e verificar quais disciplinas precisam revisar, além de visitas em feiras de profissões como o evento organizado pela USP, por exemplo.

“Mais uma vez abrimos as portas do Programa Escola da Família para atender esses alunos e auxiliá-los nos estudos para as provas do final do ano. Em 2015, tivemos a participação de 27 jovens e esperamos receber ainda mais procura devido ao sucesso do curso e a sua repercussão na comunidade”, comenta o professor interlocutor da escola, Rafael Dias Silva.

Confira o calendário de atividades:

Término das inscrições – 11 de junho
Início das aulas – 30 de julho
Término das aulas – 7 de dezembro

A Escola Estadual Dom João Maria Ogno fica localizada na Rua Maria Carlota, 400 – Vila Esperança.

Fonte: Assessoria

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *