Papa Francisco defende inclusão das pessoas com deficiência

O chefe da Igreja Católica pediu que as pessoas com deficiência sejam acolhidas plenamente nas comunidades em que vivem, eliminando preconceitos, exclusões e marginalizações

Em close, Papa Francisco sorri e acena.
Compartilhe:

O Papa Francisco defendeu, neste sábado, o valor da diversidade, e pediu que as pessoas com deficiência sejam acolhidas plenamente nas comunidades em que vivem, eliminando os preconceitos, as exclusões e as marginalizações.

As pessoas com deficiências “não só são capazes de viver uma experiência de reunião com Cristo”, como também são capazes de contar essa experiência, disse o Papa, durante um encontro no Vaticano com participantes de um congresso dedicado às pessoas com deficiência.

Organizado pela Conferência Episcopal Italiana, o encontro serviu também para o chefe da Igreja Católica defender a importância de educar estas pessoas na fé cristã e considerá-las parte ativa da comunidade onde estão.

“No caminho da inclusão destas pessoas com deficiência, a sua admissão aos Sacramentos ocupa, naturalmente, um lugar decisivo”, pontuou o Papa, citado pela agência espanhola Efe.

Fonte: Correio da Manhã

6 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *