Santo André recebe feira de emprego para pessoas com deficiência

Para ajudar a inserir pessoas com deficiência no mercado de trabalho, o Atrium Shopping recebe projeto com vagas específicas para este público.

Arte em fundo roxo com um ícone que representa um currículo e uma lupa
Compartilhe:

Nos últimos, anos a crise econômica vem afetando o desempenho das empresas e, como consequência, a geração de emprego. A dificuldade para encontrar oportunidade de trabalho se dá em todas as faixas etárias, jovens e adultos, incluindo os estudantes e as pessoas com deficiência.

Cerca de 24% da população brasileira é composta por pessoas que possuem algum tipo de deficiência e, segundo o último Censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Brasil tem 45 milhões de PCDs (Pessoas com Deficiência). Com o objetivo de ajudar a inserí-las no mercado de trabalho, o Atrium Shopping, de Santo André, recebe o Projeto Oportunidades Especiais, que oferece vagas específicas a esse público.

O evento começa hoje e se estende até o dia 5 de novembro, das 10h às 22h, sendo no domingo das 14h às 20h, no Espaço Oportunidades Especiais, no Piso 1 do complexo de compras.

Segundo o coordenador do projeto, Fabiano Medeiros, o local terá um estande adaptado para todos os tipos de deficiência, com atendimento para surdos, realizado por intérprete de Libras, piso tátil e material de divulgação em versão Braile para cegos, além de rampas e balcões para cadeirantes. “As pessoas interessadas devem estar com um currículo em mãos para fazer o cadastro no local. Após isso, as informações vão para o banco de dados e, quando o evento terminar, todos os currículos serão enviados para as empresas que estão apoiando esse projeto. As contratações serão feitas por elas mesmos”, explica.

Na edição do Grande ABC, o evento nacional reúne empresas como McDonald’s, General Motors, TIM, Ambev, Supergasbras e Grupo GPA (Casas Bahia, Ponto Frio, Pão de Açúcar e Extra).

Medeiros diz que não é possível levantar o número de postos. As oportunidades, no entanto, são para diferentes níveis de formação, o que inclui os ensinos Médio, Técnico e Superior.

“A importância do projeto está nessa aproximação, fazemos a ponte entre as empresas e as pessoas. O objetivo é promover esse contato e facilitar a empregabilidade dessas pessoas. Antes, as empresas não conseguiam ou não sabiam como se comunicar com a pessoa com deficiência e recrutá-la”, explica o coordenador do projeto.

A gerente geral do Atrium Shopping, Vanessa Nery, afirma que é importante apoiar o evento e divulgá-lo. “Nosso objetivo é sempre apoiar o mercado de trabalho e o aprimoramento do profissional. Com esse projeto, afirmamos que é fundamental a conscientização dos empresários, até porque é necessário ampliar a visão das empresas”, afirma.

Os interessados que não conseguirem ir até o local ou que quiserem obter mais informações relacionadas a trabalho e cursos voltados a PCDs podem acessar o site www.oportunidadesespeciais.com.br.

Fonte: Diário do Grande ABC

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *